MOB participa de Chamada Pública de Mobilidade Urbana Sustentável

Representando o Governo do Maranhão, o presidente da Agência de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB), Daniel Carvalho, juntamente com o vice-presidente, Alexandre Maluf, e o diretor de Operações Rodoviárias e Ferroviárias , Gustavo Marques, participaram de um evento de Lançamento de Chamada Pública de Mobilidade Urbana Sustentável.

O evento online foi realizado pela Cooperação Alemã, por meio do KfW Banco de Desenvolvimento, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Secretaria Nacional de Mobilidade e Desenvolvimento Regional e Urbano (SMDRU), e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) com recursos do Global Environment Facility (GEF).

O presidente da MOB, Daniel Carvalho, ressaltou que essa Chamada Pública interessa a todos, visto que está diretamente ligada ao dia a dia das pessoas e da mobilidade urbana. “A Mobilidade Urbana Sustentável está diretamente ligada ao tipo de transporte usado para o deslocamento de pessoas. Somado a isso está também a preocupação em facilitar trajetos, considerando amenizar impactos ambientais causados e que degradam o ambiente. Por isso, a Agência Estadual de Mobilidade Urbana está à disposição para contribuir nesse setor no Maranhão”, destacou o presidente.

O vice-presidente, Alexandre Maluf, pontuou que a referida chamada de projetos consiste em selecionar projetos para mobilidade urbana, e o Estado do Maranhão vai apresentar um projeto para que possa ser analisado pelo governo alemão ou do Global Environment Facility (GEF). Esta iniciativa é valorosa e tem propósito de desenvolver ações para fomentar mobilidade urbana sustentável”, disse Alexandre Maluf.

Durante o evento, foi apresentada a Chamada de Projetos, com todas as informações para que os estados e municípios elegíveis possam se inscrever em projetos de mobilidade urbana sustentável. Os melhores projetos receberão o financiamento de um estudo da pré-viabilidade com recursos não reembolsáveis.

Objetivo da chamada:

Construir um pipeline de projetos de qualidade através de estudos de pré-viabilidade com recursos não reembolsáveis do governo alemão e do GEF.
Projetos de investimento em mobilidade urbana sustentável;
Contribuição para redução de Co2 e demais poluentes;
Promoção de inclusão social;
Municípios acima de 500.000 habitantes, capitais, estados e DF.

Contratação dos estudos:
Seleção de no mínimo 5 projetos;
Contratação e supervisão de estudos de pré-viabilidade diretamente pelo KIW ou pelo BID sem passar recursos para o ente;
Ente contribuirá teoricamente durante todo o processo da elaboração do estudo começando com a elaboração dos tdr para o estudo;
Apoio técnico pelo KIW,BNDES, BID e MDR durante o processo

Projetos apoiáveis – projetos de investimento:

Contribuição para redução de Co2 e demais poluentes;
Promoção de inclusão social;
Municípios com mais de 500.000 habitantes, capitais, estados e DF.

Projetos não apoiáveis:

Projetos de promoção de transporte individual motorizado, mesmo que relacionados a veículos limpos;
Estudos, mesmo os foçados em temas relativos á mobilidade urbana.

Comentários

Comentários