Comida na Mesa entregará cestas básicas com produtos oriundos da agricultura familiar

Montagem das cestas básicas com produtos da agricultura familiar (Foto: Luiz Paula)

O vice-governador Carlos Brandão, junto ao secretário de Estado da Agricultura Familiar, Rodrigo Lago, acompanhou o processo de montagem das cestas básicas e enfatizou a relevância do programa para o desenvolvimento da agricultura e para a geração de emprego e renda no estado. 

“Ao adquirirmos produtos dos agricultores familiares, estamos gerando emprego e renda no campo, criando novas oportunidades nesse momento de pandemia. Essa é uma forma de valorizar e de incentivar a produção rural, além de garantir o alimento na mesa daqueles que mais precisam“, reforçou o vice-governador.

O secretário de Agricultura Familiar, Rodrigo Lago, elencou as ações e investimentos do Governo do Estado para combater a fome e fortalecer a agricultura familiar. 

“Nessa fase do programa Comida na Mesa, serão entregues trinta mil cestas básicas. Um investimento no total de R$ 180 milhões. Estamos apostando nos trabalhadores do campo, ao mesmo tempo que garantimos a comida na mesa do povo para combater a insegurança alimentar”, pontuou o secretário.

O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, e a prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo, também acompanharam a montagem das cestas. Na oportunidade, assinaram termo do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), no valor de R$ 65 mil cada. A parceria entre o Governo do Estado e os dois municípios visa garantir a aquisição de alimentos e incentivar a produção rural nessas cidades.

Cesta básica

Arroz, feijão, biscoito de babaçu, óleo de babaçu, azeite de babaçu e mel são alguns dos itens presentes nas cestas básicas. Cada cesta contém: 2kg de arroz, 1 kg de farinha, 1 kg de feijão, 1 lata de sardinha, 1 tipo de óleo, 1 pacote de biscoito e 1 pacote de café.

Os produtos são fornecidos pelos municípios: Mirador, Colinas, Itinga do Maranhão, Itapecuru, São Domingos, Codó, Primeira Cruz, Presidente Vargas, Bacabeira, Junco do Maranhão, São Luís Gonzaga, Timbiras e Viana.

Comentários

Comentários