Seduc tem projeto selecionado pelo Steam Techcamp Brasil 2020

Seduc tem projeto selecionado pelo Steam Techcamp Brasil 2020

O projeto “Steam para todos: ensinando com tecnologia e investigação através das mídias digitais”, de autoria das professoras Socorro Fortes, supervisora de Currículo da Secretaria de Estado da Educação (Seduc-MA), e Carmem Barroso, do Centro de Ensino de Tempo Integral Poeta Antonio José, localizado no município de Santa Inês, foi selecionado para fazer parte do programa STEAM TechCamp Brasil, em 2020.

O programa é uma iniciativa da Embaixada dos EUA no Brasil, em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) e apoio da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), e tem como objetivo estruturar uma rede de multiplicadores formada por gestores das Secretarias Estaduais de Educação e professores líderes de ações escolares em Ciências, Tecnologia, Engenharias, Arte e Matemática (STEAM) em todo o Brasil.

A iniciativa maranhense, que está entre as doze selecionadas em todo o Brasil, tem como proposta a realização de um TechCamp Maranhão Virtual e a criação de um ambiente virtual STEAM Institucional, que será acessado através do site oficial da Seduc.

A supervisora de Currículo da Secretaria de Estado da Educação, Socorro Fortes, disse que o TechCamp Maranhão Virtual envolverá cerca de 200 professores, distribuídos nas 19 Unidades Regionais de Educação do estado, sendo 40 professores de Matemática, 40 professores de Física, 40 professores de Química, 40 professores de Biologia e 40 professores de Arte, e contará com uma maratona de três dias de palestras e oficinas realizadas através da Plataforma Teams, com previsão de realização em fevereiro de 2021.

Professoras Socorro Fortes e Carmem Barroso

“O Projeto será desenvolvido nas nossas escolas da rede pública estadual em duas etapas. Além da realização do TechCamp Maranhão nós implementaremos um Ambiente Virtual STEAM Institucional que será um espaço de divulgação e promoção das práticas desenvolvidas por esses professores nas escolas da rede”, contou a supervisora.

Socorro Fortes explica ainda que o objetivo principal do projeto é fortalecer e fomentar o uso das metodologias ativas STEAM na prática pedagógica dos professores de Matemática, Física, Química, Biologia e Arte da rede estadual de ensino, com o intuito de compartilhar com a comunidade escolar e a sociedade, em geral, as boas práticas desenvolvidas nas escolas públicas estaduais do Maranhão.

“Esperamos, com essas ações, que o objetivo principal proposto seja alcançado e que as metas sejam realizadas com êxito. Dessa forma, será possível de um lado, capacitar os docentes quanto ao uso coerente de ferramentas tecnológicas para o ensino e, por outro, fazer com que isso reflita positivamente no aprendizado dos estudantes”, concluiu Socorro Fortes.

Mais informações sobre o processo de seleção dos projetos aprovados podem ser obtidas pelo endereço: https://steamtechcampbrasil.febrace.org.br/v2020/.

Comentários

Comentários