Queijo artesanal com registro na AGED ganha ouro e prata em concurso internacional

Queijo artesanal maranhense recebeu premiações
Queijo artesanal maranhense recebeu premiações - Foto: Divulgação
6/06/2022

O sabor e a qualidade do queijo artesanal maranhense tem gostinho de ouro e de prata. O queijo, que possui o selo do Serviço de Inspeção Estadual (S.I.E) da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) e também o selo Arte, recebeu premiação do primeiro e segundo lugares nas categorias queijos azuis de casca florida, primeiro lugar em queijo de leite de cabra jovem ou com presença de mofo branco na casca e segunda colocação na categoria queijo de leite de cabra sem mofo branco na casca durante a ExpoQueijo Brasil - Araxá International Cheese Awards, que aconteceu entre os dias 2 e 5 de junho, na cidade mineira de Araxá.

O queijo produzido pelo Laticínio Eldorado, situado no município de Igarapé do Meio, apresentou no concurso os queijos Pyramide e Saint Maure (categoria queijo azul de casca florida, levando ouro e prata, respectivamente); queijo Feta (categoria queijo de leite de cabra jovem ou com presença de mofo branco na casca, levando ouro) e o queijo Caprino Romano (categoria queijo de leite de cabra sem mofo branco na casca, com troféu de prata).

A produção do laticínio recebeu a certificação do Selo Arte em janeiro desse ano e o registro no Serviço de Inspeção Estadual da AGED em maio do ano passado. Em ambos os selos, o laticínio foi pioneiro nesses segmentos no Estado do Maranhão.

Para a equipe da Coordenadoria de Inspeção de Produtos e Subprodutos de Origem Animal é uma grande satisfação ver o queijo artesanal maranhense sendo premiado, ganhando espaço e reconhecimento pelo sabor e qualidade da produção.