Flávio Dino apresenta resultados dos investimentos públicos maranhenses durante conferência em Brasília

A taxa de investimento público de 11% da receita corrente líquida – segunda maior do país, e os resultados nos indicadores sociais do Maranhão foram alguns dos destaques da exposição realizada pelo governador Flávio Dino durante a 2ª Conferência de Cidades Latino-americanas, realizada nesta quinta-feira (05), em Brasília.

O evento, organizado pelo Conselho das Américas, teve como temática a “Agenda do Brasil para crescimento econômico e desenvolvimento”. No painel “Lideranças regionais no Brasil: Nova gestão e oportunidades de investimento”, Flávio Dino falou de temas como investimento público, perspectivas econômicas, e melhoria de indicadores sociais.

“Mantidos os parâmetros da Lei de Responsabilidade Fiscal, nós expandimos muito os investimentos públicos. Nossos investimentos chegaram a 11% da receita corrente líquida, enquanto a média dos estados gravitou de 6 a 7%, isso permitiu a expansão de serviços públicos, realização de obras em várias áreas, poderia citar a área da educação”, afirmou o governador.

Flávio Dino relacionou os investimentos na construção e reconstrução de escolas com os resultados positivos alcançados, como a melhoria do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). “Nós temos quase todos os dias demonstrado a entrega de escolas, a construção e a reconstrução de prédios escolares, que são fruto da expansão dos investimentos públicos, o que permite, inclusive, o crescimento de um vetor de qualidade do capital humano”, disse.

“O Ideb do Maranhão está em crescimento, no que se refere à rede estadual, saímos do 22º lugar quando assumi o governo em 2015 para o 13º lugar, um salto de 9 posições em quatro anos”, completou.

O painel “Lideranças Regionais no Brasil: Nova Gestão e Oportunidades de Investimento” também contou com a participação do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite.