Estado e Maçonaria debatem parcerias para redução de desigualdades sociais no Maranhão

Governador e lideranças maçons, como o Grão-Mestre Ubiratan de Castro (à direita) (Gilson Teixeira)

“É acima de ótimo”, avalia o Sereníssimo Grão-Mestre da Maçonaria do Maranhão, Ubiratan João de Castro, sobre o Governo Flávio Dino. Cerca de 40 diretores da instituição almoçaram com o governador, nesta segunda-feira (11), no Palácio dos Leões. Na pauta, parcerias em programas sociais como o Mais IDH.

Segundo Ubiratan, a Maçonaria é parceira do Governo do Estado na busca pela redução de desigualdades e promoção da justiça social. Um exemplo disso é a colaboração da entidade em atividades do Mais IDH nos municípios mais pobres do Maranhão.

“Vamos dar continuidade a uma série de programas que a gente já vem fazendo junto”, frisa o Grão-Mestre, que na ocasião entregou ao governador o título de Venerável Honorário e o Malhete, símbolo de poder na Maçonaria.

Convergência de propósitos

Cerca de 40 diretores da Maçonaria almoçaram com o governador (Karlos Geromy)

Para Flávio Dino, a Maçonaria contribui com o desenvolvimento do Maranhão ao atuar em ações de caráter filantrópico, de alívio à pobreza. O apoio institucional da entidade ao programa político do governo demonstra a afinidade de objetivos entre ambos.

É o Governo do Maranhão e a sociedade civil trabalhando, lado a lado, pela melhoria dos indicadores sociais do estado.

“Em razão de toda essa pauta em comum, de toda essa convergência, foi um momento de troca de opiniões, de ideias, visando que em cada esfera de atuação – governo e sociedade civil – haja a reiteração dessa convergência de propósitos”, completa o governador.

Apoio institucional da entidade reflete convergência de propósitos com o Governo (Gilson Teixeira)