O CORONAVÍRUS É SÉRIO.
O GOVERNO TRABALHA PELA SAÚDE
DE NOSSAS FAMÍLIAS

  • Todas as escolas, universidades e faculdades tiveram as aulas suspensas
  • O primeiro Centro de Testagem do Brasil já está funcionando na Policlínica Diamante.
  • Leitos do Hospital Carlos Macieira já estão prontos para atender casos do novo vírus.
  • No Hospital Genésio Rêgo, a construção de leitos exclusivos não para. As obras seguem em 3 turnos, 7 dias por semana.
  • Suspensos grandes eventos que precisam de licença dos Bombeiros.
  • Suspensos eventos do Governo que reúnam muitass pessoas.
  • Determinação de distancia de 2 metros entre mesas nos restaurantes.

CENTRO DE TESTAGEM POLICLÍNICA DIAMANTE – 8h às 18h

Rua João Luís, s/n – Diamante – (98) 3133-6406

DÚVIDAS SOBRE O CORONAVÍRUS, LIGUE 136.

CENTRO DE TESTAGEM
  • Você deve ir se, nos últimos 14 dias, retornou de viagem de área com coronavírus confirmado e tem sintomas de resfriado.
  • Você deve ir se, nos últimos 14 dias, teve contato com pessoa confirmada ou com suspeita de coronavírus e tem os sintomas
  • Você NÃO deve ir se, nos últimos 14 dias, não viajou para lugares com coronavírus e nem teve contato com pessoa suspeita ou confirmada para a doença
  • Se você estiver com falta de ar e febre acima de 37,8 graus, procure logo uma UPA ou hospital de urgência
  • Funciona de segunda a sexta, das 8h às 18h, na Policlínica Diamante, em São Luís
  • O paciente entra por um setor isolado e passa por triagem, sem contato com outros pacientes
  • Se o caso for suspeito, é feito o teste, coletando secreção nas narinas e de saliva
  • Se estiver com o quadro clínico agravado, o paciente é encaminhado para uma UPA
  • Se o quadro não for grave, vai para casa e fica em isolamento domiciliar, aguardando o resultado do exame
  • O telefone para informações sobre o Centro de Testagem é o (98) 3133-6406
  • O telefone 136, do Ministério da Saúde, presta esclarecimentos sobre o coronavírus.
MEDIDAS ADOTADAS
    • 27 de março
      O Governo do Maranhão institui Portaria 105/2020, da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), prorrogando prazos para pagamento do IPVA 2020.
    • 27 de março
      Conselho Regional de Medicina do Maranhão, Associação Médica Brasileira no Maranhão e Sindicato dos Médicos do Maranhão assinam nota conjunta reiterando a importância das medidas restritivas para o combate ao coronavírus.
    • 27 de março
      Maranhão cria Comitê Científico de Prevenção e Combate ao Coronavírus, formado pelos médicos Dr. Rodrigo Lopes, Dra Giselli Boumman, Dra Conceição Pedroso, Dr Edilson Medeiros e Dr. Marcos Pacheco. A coordenação é feita pelo secretário de saúde, Carlos Lula, e a subsecretária de saúde, Karla Trindade.
    • 26 de março
      14 casos confirmados de coronavírus no Maranhão.
    • 26 de março
      Governo do Maranhão obtém na justiça autorização para zerar imposto de álcool gel, máscaras médicas, hipoclorito de sódio 5% e álcool 70%. Governador edita Medida Provisória com a isenção.
    • 26 de março
      Na Câmara dos Deputados, aprovação da renda básica emergencial no valor de R$ 600,00 para os trabalhadores informais
    • 26 de março
      Governador editou decreto mantendo suspensão das aulas até o dia 3 de abril.
    • 26 de março
      Mais de 100 profissionais da saúde cadastrados para, em caso de necessidade, serem voluntários no combate ao COVID no Maranhão.
    • 26 de março
      Finalizando montagem de leitos e contrato de equipes do hospital HCI, hospital exclusivo para os casos de coronavírus.
    • 25 de março
      Reunião com os governadores do Nordeste e em seguida reunião com todos os demais governadores do Brasil. Na pauta: quadro sanitário e econômico. Carta dos Governadores do Nordeste.
    • 25 de março
      Concluída campanha de arrecadação de alimentos e itens de higiene e limpeza que serão utilizados em ações de prevenção ao novo coronavírus.
    • 25 de março
      Conclusão das obras no Hospital de Coroatá para instalar leitos adicionais de UTI reservados a casos graves de coronavírus.
    • 24 de março
      Porto do Itaqui realiza operação para garantir descarregamento de alimentos e produtos de higiene com segurança.
    • 24 de março
      Equipes do Centro Tático Aéreo iniciam distribuição de equipamentos de proteção aos profissionais de saúde nos hospitais regionais e macrorregionais do Maranhão.
    • 24 de março
      Governador Flávio Dino anuncia número de Whatsapp (99-991910709) para que caminhoneiros denunciem estabelecimentos que dão suporte à circulação nas estradas e estão fechados.
    • 24 de março
      Governo inicia distribuição de 200 mil cestas básicas a trabalhadores informais e famílias em vulnerabilidade social. A entrega das cestas começou por ambulantes da Rua Grande, na capital. A retirada é na Casa do Maranhão, no Centro Histórico.
    • 23 de março
      Maranhão acompanha oito casos de coronavírus. Todos são de São Luís.
    • 23 de março
      Governador edita o decreto nº 35.679, que isenta 850 mil maranhenses de pagamento de água por dois meses.
    • 23 de março
      Maranhão e outros estados do Nordeste obtêm no STF suspensão de cortes no Bolsa Família. Decisão é do Ministro Marco Aurélio Mello.
    • 22 de março
      Visando evitar eventuais aglomerações em bancos, o pagamento dos servidores do Governo do Estado será feito em dias diferentes. No dia 27 de março, inativos e pensionistas; 28 de março a 30 de março, administração direta; e 31 de março os de administração indireta.
    • 22 de março
      Decreto 35.678, de 22 de março, em complemento do decreto editado no dia 21 de março: estão mantidas condições de trabalho dos caminhoneiros nas estradas e também proteção saúde dos animais e a fiscalização ambiental.
    • 22 de março
      Governo Federal recorreu à Justiça para impedir que o Governo do Maranhão faça o controle e orientação sanitária no aeroporto.
    • 21 de março
      Por volta das 19h,  confirmação do 2º caso de coronavírus no Maranhão. Uma mulher, 37 anos, paciente da rede privada que teve contato com pessoa que veio do exterior. Paciente não apresenta sintomas graves.
    • 21 de março
      Início do programa Conexão Cultural, de incentivo a arte e ao lazer via internet. Os primeiros shows desse dia, Pão Com Ovo e Argumento, foram acompanhados ao vivo por 27 mil pessoas.
    • 21 de março
      Governador Flávio Dino submete à aprovação da Assembleia Legislativa a Medida Provisória nº 307, DE 21 DE MARÇO DE 2020, que diminui o ICMS de 18% para 12% dos itens insumos para fabricar álcool em gel, luvas médicas, máscaras médicas e hipoclorito de sódio 5%, e inclui na cesta básica álcool em gel e  álcool 70% até 31 de julho de 2020.
    • 21 de março
      Governador anuncia que editou o decreto 35.677 que suspende por 15 dias de atividades e serviços não essenciais, tais como academias, shopping center, cinemas, teatros, bares, restaurantes, lanchonetes, centros comerciais, lojas e similares. Continuam funcionando os hospitais, clínicas, laboratórios e demais estabelecimentos de saúde. Também seguem funcionando a distribuição e o comércio de alimentos pelos supermercados e similares. O mesmo para serviços de abastecimento de água, luz, gás e combustíveis.
    • 20 de março
      Justiça Federal atende ao pedido do Governo e determina que órgãos federais permitam que sejam feitos exames e controles de passageiros que chegam nos aeroportos. Início da barreira sanitária nos aeroportos de São Luís para controle e prevenção passageiros que chegam à capital do Maranhão. Para o aeroporto de Imperatriz, ainda falta autorização de órgãos federais.
    • 19 de março
      Início da barreira sanitária na rodoviária de São Luís, para inspeção de passageiros, medindo temperatura corporal dos passageiros que chegam pela rodoviária de São Luís.
    • 19 de março
      Governador vistoria novo Centro de Testagem do Viva Beira Mar e leitos no Hospital Carlos Macieira.
    • 19 de março
      Anúncio da medida que suspende a partir do dia 21 de março (sábado) o transporte interestadual de passageiros via ônibus e similares, com exceção de regiões integradas ou metropolitanas (como trabalhadores que moram em Timon e trabalham em Teresina, por exemplo). Decreto nº 35.672
    • 18 de março
      Agradecimento aos parlamentares da bancada federal maranhense pelo empenho em conseguir mais vacinas.
    • 18 de março
      Anúncio da compra de 200 mil cestas básicas para ajudar os trabalhadores informais, com apoio da Assembleia Legislativa.
    • 18 de março
      Início das obras de qualificação de novas UTIs em Coroatá e ampliação de UTIs em Imperatriz.
    • 18 de março
      Governador anuncia edital especial para apresentação via internet de artistas profissionais do Maranhão.
    • 17 de março
      Reunião do governador com todos os diretores dos hospitais macrorregionais e regionais de todas as regiões do Maranhão sobre ações e planejamento.
    • 16 de março
      Decreta isolamento domiciliar a todas as pessoas que chegam às unidades de saúde com síndromes gripais, com o objetivo de reforçar o dever de proteção a todos.
    • 16 de março
      Governador edita Decreto nº 35.662, suspendendo as aulas por 15 dias das escolas e universidades da rede pública e privada, a partir do dia 17 de março (terça-feira), em nome poder de polícia sanitária.
    • 16 de março
      Governador edita Decreto nº 35.660, com medidas preventivas ao Coronavírus, como:

      • Suspensão de eventos do Poder Executivo para grande número de pessoas;
      • Suspensão do registro de frequência dos servidores públicos por meio de coletor biométrico;
      • Restaurantes e bares devem ter as mesas separadas por no mínimo 2 metros
      • E, criação do Comitê Estadual de Prevenção e Combate ao COVID-19.
    • 16 de março
      Início Centro de Testagem na Policlínica Diamante para exames laboratoriais de pessoas quem apresentam sintomas com ou sem febre, e que tenham viajado para área de risco ou tenham tido contato com pessoa diagnosticada com Coronavírus.
    • 15 de março
      Governador vistoria obras de qualificação de leitos no Hospital Genésio Rêgo.
    • 14 de março
      Montados leitos adicionais de UTI no Hospital Carlos Macieira, reservados exclusivamente para casos graves de Coronavírus. Governador fez a vistoria.
    • 14 de março
      Live com secretário de saúde Carlos Lula com profissionais da saúde sobre orientações e esclarecimentos.
    • 13 de março
      Obra em curso para instalação de leitos adicionais, acontecendo 7 dias por semana, em regime intensivo, em São Luís.
    • 13 de março
      Reunião de planejamento com equipe de governo sobre crise do Coronavírus. Anunciado início do Centro de Testagem na segunda-feira (16).
    • 12 de março
      Obras em execução para ampliação de leitos de enfermaria, no Hospital Genésio Rêgo, e leitos de UTI, no Hospital Carlos Macieira.
    • 12 de março
      Início do PLANO ESTADUAL DE CONTINGÊNCIA do novo Coronavírus, orientado por protocolos do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde.
    • 9 de março
      Governador Flávio Dino determina revisão de todo o planejamento 2020 do Governo.
PLANO DE CONTINGÊNCIA

Sobre as medidas de prevenção e assistência relativas ao novo Coronavírus (COVID-19), o Governo do Maranhão informa que:

  • Existe um Plano Estadual de Contingência do Novo Coronavírus (COVID-19), orientado por protocolos do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde, que está em execução pela rede de saúde no Maranhão;
  • Estamos ampliando leitos de enfermaria e UTI no Hospital Carlos Macieira para atendimento dos casos graves, que vierem a necessitar de internação em área isolada;
  • Está disponível o Centro de Testagem na Policlínica Diamante para exames laboratoriais de pessoas que apresentem sintomas com ou sem febre e tenham viajado para áreas de risco ou mantido contato com pessoa com diagnóstico confirmado para Coronavírus (COVID-19);
  • O Governo do Maranhão determina que os servidores públicos estaduais que apresentem sintomas de resfriado, gripe ou similares mantenham-se em casa, até o desaparecimento dos sinais. As chefias imediatas transmitirão orientações mais detalhadas aos servidores. A mesma orientação é válida para as comunidades escolares;
  • A Secretaria de Saúde disponibiliza no site e nas redes sociais orientações sobre protocolos, a fim de tirar dúvidas da população. O número de telefone 136 presta o mesmo serviço
  • Em razão do perigo de contágio, as viagens para áreas de risco, que não sejam emergenciais, devem ser evitadas;
  • Orientamos a população para manter hábitos de higiene como lavar as mãos com água e sabão, uso de álcool em gel, evitar contato com pessoas resfriadas ou gripadas e manter ambientes sempre arejados;
Loading RSS Feed




TIRE SUAS DÚVIDAS

O novo agente, denominado SARS-CoV-2, faz parte de uma família de vírus chamada de Coronavírus (COVID-19). Eles recebem este nome porque quando vistos no microscópio eletrônico têm um aspecto de coroa. Alguns destes vírus infectam seres humanos e outros, somente animais e podem causar desde um resfriado comum até quadros graves, como pneumonia e insuficiência respiratória. Ao longo da vida, a maioria das pessoas tem contato com os Coronavírus (COVID-19) comuns que infectam os humanos: alpha Coronavírus (COVID-19) 229E e NL63 e beta Coronavírus (COVID-19) OC43 e HKU1, que habitualmente causam infecções de vias aéreas superiores. Além destes, nas duas últimas décadas tivemos o aparecimento de doenças causadas por outros Coronavírus (COVID-19) que originalmente infectavam apenas animais, mas que passaram para os seres humanos, causando a SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em 2002-2003 e MERS (Síndrome Respiratória do Oriente Médio) a partir de 2013. O novo Coronavírus (COVID-19), que começou a provocar doença humana a partir de dezembro/2019, provavelmente é decorrente de mutação de um vírus de origem animal e que, nos últimos meses, passou de animais para pessoas em um mercado de frutos do mar e animais vivos na cidade de Wuhan, na China.

O Maranhão ainda não possui casos confirmados da doença, portanto não há registro de circulação do vírus no estado. Para haver o contágio é preciso ter contato com uma pessoa infectada. Sendo assim, é importante evitar contato com pessoas com suspeitas de COVID-19 ou viagens para áreas de risco e estar atento às medidas de prevenção.

As medidas de prevenção contra o novo Coronavírus (COVID-19) são as mesmas que devem ser adotadas contra qualquer outra síndrome respiratória. Lave as mãos frequentemente com água e sabão ou use um produto à base de álcool; ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou use lenço descartável – descarte imediatamente em uma lixeira e limpe as mãos com produto à base de álcool ou lave com sabão e água; mantenha-se longe de aglomerados; e evite tocar nos olhos, nariz e boca.

Os principais sintomas do novo Coronavírus (COVID-19) são tosse, febre e falta de ar, além de mialgia (dores musculares). Mas apresentar esses sintomas não significa necessariamente que você tem o vírus. Os sintomas são semelhantes a outras doenças muito mais comuns, como gripes e resfriados. Portanto, é improvável que você esteja com o novo Coronavírus (COVID-19) se você não esteve em contato próximo com alguém com diagnóstico confirmado da doença ou se você não esteve em um país ou área com alto risco de novo Coronavírus (COVID-19) nos últimos 14 dias.

Neste momento, caso suspeito é uma pessoa com febre e sintoma respiratório que retornou de área de transmissão local ou que teve contato próximo com alguém infectado nos 14 dias antes do início dos sintomas.

Em razão do perigo de contágio, as viagens para áreas de risco, que não sejam emergenciais, devem ser evitadas.

Não há restrição de viagens para locais onde há casos importados, porém, o viajante deve tomar alguns cuidados, como evitar contato com pessoas com sintomas respiratórios, higienizar as mãos frequentemente, evitar aglomerações. No Brasil, até 12 de março, há casos confirmados da doença nos estados de Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Distrito Federal.

As pessoas que retornaram de área de transmissão ou tiveram contato próximo com doente devem procurar rapidamente um serviço de saúde para avaliação e diagnóstico, desde Unidade Básica de Saúde até UPAs ou hospitais de urgência. É aconselhável que estas pessoas, que apresentarem sintomas de resfriados, utilizem máscara cirúrgica a partir do momento da suspeita. Se estiver em São Luís, o viajante ou contato com caso confirmado de COVID-19 que apresente quadro leve de resfriado pode se dirigir até a Central de Testagem, na Policlínica Diamante (Rua João Luís, bairro Diamante), para realizar o exame para descartar ou confirmar possível infecção respiratória. Os casos graves devem se dirigir às unidades de emergência.

Por meio de um exame específico para detectar material genético do vírus em secreção do nariz e/ou garganta do paciente, colhida por um cotonete ou por aspiração. No Maranhão, a coleta é feita pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN-MA).

As máscaras faciais desempenham um papel muito importante em locais como hospitais, mas há muito pouca evidência de benefício generalizado. O uso de máscara, para além das áreas das unidades de saúde, deve ser feito apenas por quem tem sintomas respiratórios (tosse ou espirro) ou está cuidando de alguém com suspeita de infecção transmitida por via respiratória.

Atualmente, não há evidências de que você possa pegar o novo Coronavírus (COVID-19) em encomendas e cartas.

Atualmente, não há evidências de que você possa pegar o novo Coronavírus (COVID-19) nos alimentos. Mas é sempre uma boa ideia lavar as mãos com água e sabão ou usar gel desinfetante para as mãos antes de preparar ou comer alimentos.

Pessoas de todas as idades podem contrair o novo Coronavírus (COVID-19). As pessoas idosas e as pessoas com condições médicas pré-existentes (como asma, diabetes, doenças cardíacas) têm maior probabilidade de ficar gravemente doentes com o vírus. Pessoas de todas as idades devem seguir medidas simples de prevenção para impedir a propagação do vírus.

Estima-se que a mortalidade seja em torno de 2 a 3%. Os óbitos estão ocorrendo principalmente em pessoas acima de 60 anos e com doenças crônicas que afetam a imunidade. É importante acompanhar a evolução da epidemia para ter certeza do real potencial de mortalidade deste vírus.

Sim, o primeiro caso no Brasil foi confirmado no dia 26 de fevereiro, na cidade de São Paulo.

No Maranhão existe um Plano Estadual de Contingência do Novo Coronavírus (COVID-19), orientado por protocolos do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde. Entre outras ações, estão sendo ampliados leitos de enfermaria e UTI no Hospital Carlos Macieira para atendimento dos casos graves, que precisarem de internação em área isolada.

Sim! Maçanetas, talheres, copos, teclados de computador, celulares, corrimões e barras internas do transporte público podem estar infectados. Por isso, é importante cuidar da higienização das mãos após o uso destes objetos.

Sim. Utilize álcool 70%, água sanitária ou água e sabão para evitar contaminação.

Não! Até o momento não há nenhum medicamento especifico para a prevenção da doença.

Segundo o Ministério da Saúde, em casos leves, onde não há incapacidade cardiorrespiratória, neoplasias ou idade avançada, é possível a adoção de medidas restritivas individuais de isolamento e quarentena domiciliar, mantendo distância dos demais contatos próximos. Isto inclui evitar o compartilhamento de utensílios domésticos e pessoais, até que seja descartada ou confirmada a suspeita. Os contatos próximos (familiares, colegas de trabalho, entre outros, conforme investigação) são orientados sobre a manifestação de sintomas e, nesses casos, da necessidade de também permanecer em isolamento domiciliar. Estas pessoas, caso manifestem sintomas, devem procurar imediatamente o serviço de saúde.

Casos suspeitos ou confirmados de COVID-19 que apresentam piora do quadro de gripe devem ser internados em áreas de isolamento em unidade hospitalar pública ou privada. Normalmente, estas pessoas apresentam dificuldade respiratória, pontas dos dedos azuladas, entre outros sintomas. Além destes, grupos mais vulneráveis a complicações cardíacas ou respiratórias, isto é, idosos, pessoas com doença crônica, entre outros – onde o quadro pode se agravar com o Coronavírus (COVID-19) – devem ser internados em hospital com isolamento.

MULTIMÍDIA

Comunicado


Playlist sobre o coronavirus

Spot sobre o coronavirus