Governo contabiliza cerca de 900 doses aplicadas de vacinas contra Covi-19 em busca ativa na Vila Palmeira

Vacinação contra Covid-19 na Vila Palmeira. (Foto: Ilano Lima)

O Governo do Estado continua avançando no enfrentamento da Covid-19. Em São Luís, equipes da Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizaram busca ativa para vacinação da população no bairro da Vila Palmeira. Até esta sexta-feira (26), cerca de 900 doses da vacina foram aplicadas, seja com a primeira, segunda ou dose de reforço. 

A busca ativa prosseguiu durante a semana. Como estratégia, os agentes estaduais foram de casa em casa, visitaram pontos comerciais, inclusive as pessoas idosas ou com dificuldade de locomoção. A ação iniciou na sexta-feira (19), com a vacinação de 154 pessoas. 

“A busca ativa na Vila Palmeira, em palafitas, região mais pobre de São Luís, deixa claro que a população quer se vacinar, mas que ao mesmo tempo não teve condições para isso, seja pela falta de dinheiro para ir até os locais de vacinação, ou não teve como se deslocar. Por isso, é muito importante que continuemos a ofertar a vacina perto das pessoas. Isso faz com que os nossos indicadores aumentem até que consigamos controlar a pandemia”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.  

Busca ativa para vacinação da população no bairro da Vila Palmeira. (Foto: Ilano Lima)

A coordenadora da ação na Vila Palmeira, Anne Catarine Moraes, ressaltou o sucesso da estratégia no bairro. “A ação de vacinação na Vila Palmeira nos surpreende a cada dia. Além do quantitativo total, a aceitação das pessoas é boa, ainda mais porque a vacina agora está próxima deles, tornando a iniciativa ainda mais positiva em seu objetivo final”, destacou. 

O vendedor Paulo Moraes, de 35 anos, foi um dos alcançados pela mobilização. “A ação foi muito importante, tanto para mim como para as demais pessoas do bairro. Infelizmente muitos, por questões financeiras, não têm condições de ir até um dos pontos de vacinação, por isso fiquei feliz em saber que os agentes viriam até aqui. Agora é continuar se protegendo, evitando lugares cheios e o uso de máscara até que estejamos totalmente livres da doença”, disse.