Governo realiza vacinação para profissionais da Construção Civil, em São Luís

Na ação, realizada na Secid, foram vacinados cerca de 400 profissionais (Foto: Divulgação)

O Governo do Maranhão garantiu as doses para vacinação dos trabalhadores da Construção Civil contra a Covid-19. Na manhã de sexta-feira (4), a Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) realizou atendimentos aos trabalhadores das empresas que prestam serviços para a secretaria, em São Luís.

Essa etapa, realizada na sede da Secid, atendeu cerca de 400 profissionais que atuam em diversas obras na capital. A imunização, coordenada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), alcançou trabalhadores das empresas: Meso Engenharia, Canorte Construções, GHR Guterres Eireli, Agrasty Construções, Amorim Coutinho Engenharia, CCG Construções e Horizonte Construções.

A organização do público para a vacinação na Secid teve auxílio das empresas e parceria do Sistema SESI e Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon-MA).

O secretário das Cidades, Márcio Jerry, destacou a importância da vacinação para os profissionais da construção civil. “Etapa importante de vacinação para os trabalhadores que estão diariamente na execução de diversas obras da Secid. São doses de esperança que garantem a segurança para que esses profissionais continuem com suas atividades e, assim, possamos prosseguir com as obras, viabilizando diversos equipamentos públicos para a população ”.

O coordenador de obras da Agrasty Construções, Jorge Luís da Silva, 37 anos, agradeceu pela ação de imunização dos trabalhadores. “Agradeço ao governador Flávio Dino, em especial à Secid, pela disponibilização e o fácil acesso à vacina. Sabemos que a área da construção civil é um dos setores que mais movimenta a economia do Brasil e por isso é de suma importância para que os funcionários, que atuam de forma direta e indireta, estejam devidamente protegidos”, disse.

A inclusão dos profissionais da Construção Civil como grupo prioritário para vacinação contra a Covid-19 foi decretada pelo governador Flávio Dino no dia 26 de maio, atendendo as regras do Plano Nacional de Imunização (PNI).

Comentários

Comentários