Governo do Maranhão segue levando doações a instituições de acolhimento

Municípios contemplados nesta rota foram os da Baixada Maranhense

Como forma de auxiliar as instituições de acolhimento do Maranhão, que vem enfrentando grandes dificuldades em arrecadar doações neste momento da pandemia do coronavírus, o Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), segue realizando distribuição de alimentos não perecíveis, produtos de limpeza, higiene e equipamentos de proteção individual (EPIs).

Os municípios contemplados nesta rota foram os da Baixada Maranhense. Foram quase 25 toneladas de doações entre itens de alimentação e limpeza distribuídos para 4 municípios maranhenses: mais de 6 toneladas para Bacuri, mais de 4 toneladas Cururupu, mais de 8 toneladas Mirinzal e mais de 6 toneladas Pinheiro.

Foram contempladas as seguintes instituições: Associação dos Moradores Quilombolas de Rio dos Peixes, Associações de Moradores Remanescente Quilombo Mondego, Associação Comunitária do Ceará e Associação Comunitária dos Moradores do Povoado Barreira. 

Ao todo, cerca de 84 instituições de acolhimento, entre elas asilos, Centros de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centros Pop) e comunidades quilombolas, em 25 municípios maranhenses receberão doações de mais de 110 toneladas de materiais.

“Sabemos a importância da alimentação neste momento de pandemia. Estamos trabalhando de forma contínua para levar à população, em situação de vulnerabilidade, alimentação saudável e materiais de higiene”, disse o titular da Sedes, deputado Márcio Honaiser.

Comentários

Comentários