Hospital Referência Covid-19 em Imperatriz completa um mês de funcionamento

Unidade possui mais de 80 leitos (Foto: Divulgação)

O Hospital Referência Covid-19 de Imperatriz completou um mês de funcionamento na última semana. O hospital foi entregue pelo Governo do Estado no dia 9 de março para ampliar a assistência aos pacientes com o novo coronavírus na Região Tocantina. A unidade, que faz parte da rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), tem 52 leitos de enfermaria, 10 de estabilização e 20 de observação. 

O balanço de atendimento do hospital aponta que já foram 401 pacientes atendidos no ambulatório, 186 em enfermaria e 41 pacientes em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Até o momento, 116 altas foram registradas. Os pacientes atendidos no hospital foram encaminhados por UPAs de municípios maranhenses ou outras unidades de saúde do Estado via regulação. 

“Isso demonstra o compromisso do Governo do Estado e nosso esforço e dedicação no combate ao vírus e enfrentamento à doença”, afirmou Marcos Grande, presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares, que gerencia a unidade. 

Segundo o diretor clínico do Hospital Referência, André Leôncio de Almeida Santos, o hospital de campanha foi inaugurado em um momento crucial da pandemia. “O hospital é de grande importância não só para Imperatriz, como para toda a região sul do Maranhão. Recebemos pacientes de inúmeras cidades, fazendo com que reduzisse um pouco a demanda por leitos de enfermaria e UTI. Nesse mês, o hospital conseguiu atender muitas pessoas e salvar muitas vidas, que é o mais importante”, destacou. 

Mario Reno (Foto: Divulgação)

O radialista Mário Reno dos Santos, 41 anos, está internado na unidade desde o dia 23 de março. Ele contou sobre o tratamento e agradeceu aos profissionais de saúde. “Estou internado aqui há um bom tempo. Estava na UTI e no Sábado de Aleluia fui para a enfermaria. Graças a Deus estou me recuperando. Só tenho a agradecer a todos os profissionais envolvidos, por todo esse atendimento humanitário e essa dedicação, que fazem com que a gente se sinta bem mesmo estando no hospital”, declarou o radialista. 

São 194 profissionais atuando na linha de frente de combate à pandemia no Hospital Referência Covid-19 de Imperatriz, entre assistentes sociais, agentes de portaria, auxiliares administrativos, auxiliares de farmácia, auxiliares de serviços gerais, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, maqueiros, nutricionistas, psicólogos, recepcionistas, técnicos em enfermagem e técnicos em segurança do trabalho. 

Localizado no Centro de Convenções da cidade, o Hospital Referência Covid-19 é gerenciado pela Emserh e foi resultado de uma parceria com a empresa Suzano.