Livro ‘Crime e Território: estudos e experiências em políticas de Segurança Pública’ é lançado pelo Imesc e UEMA

Subsidiar a proposição de políticas públicas e estratégias de prevenção, controle e combate à violência, com base na Lei Estadual nº 10.387, de 21 de dezembro de 2015, que institui o Pacto pela Paz. Esta é a proposta do livro intitulado “Crime e Território: estudos e experiências em políticas de Segurança Pública”, lançado nesta sexta-feira (19) e organizado pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Programas Estratégicos (SEPE), e a Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

“De acordo com a referida legislação, o Imesc, em articulação com outras secretarias e órgãos envolvidos no tema da segurança pública, é responsável por subsidiar o debate de propostas e ações, por meio da elaboração de diagnósticos da Segurança Pública”, comenta o presidente do Imesc, Dionatan Carvalho, que também colaborou com a organização do livro.

A proposta é contribuir para a redução da violência e a difusão de uma cultura da paz e do respeito às leis e aos direitos humanos. “Por meio deste livro, busca-se compartilhar experiências de gestores, academia e sociedade civil sobre o desenvolvimento e implementação de políticas e estratégias de segurança pública, bem como a análise criminal e avalição de impacto de ações de segurança pública”, pontua o pesquisador do Imesc, Yata Anderson Gonzaga Masullo, que também fez parte da organização da obra.

A produção do livro em parceria entre a UEMA e o Imesc é uma resposta à sociedade de que os órgãos públicos de pesquisa do Maranhão estão atentos à questão da criminalidade e segurança pública, destaca o vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Geografia, Natureza e Dinâmica do Espaço (PPGeo) da UEMA, Silas Nogueira de Melo, um dos organizadores da obra.

“Avalio a iniciativa como bem-sucedida, na medida em que conseguimos reunir pesquisadores e gestores de diferentes especialidades e localidades para produzir um material que pode subsidiar políticas públicas de prevenção do crime, protocolos de ação contra a violência, e análise e diagnóstico de atividades ilícitas no território”, compartilha.

A publicação contempla 14 artigos que estão organizados em três grandes partes. Primeiramente, os artigos enfocam as questões territoriais vinculadas ao crime e à violência. Na segunda parte, estão mais relacionados ao debate das políticas de segurança pública. Na última seção, são apresentados artigos com inovações metodológicas focadas na análise criminal. Embora haja essas três divisões, os temas abordados possuem sobreposições devido ao grau de complexidade e singularidades da temática.

A produção bibliográfica contou com a colaboração de 33 pesquisadores parceiros das seguintes instituições: Imesc; UEMA; Universidade Federal do Maranhão (UFMA); Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Universidade de Londrina (UEL); Universidade Federal de Pelotas (UFPEL); Universidade Federal do Pará (UFPA); Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Universidade de Coimbra; Universidade do Porto; Instituto Jones dos Santos Neves (IJNS); Universidade Federal do Espírito Santos (UFES); Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF); Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) e Ministério Público do Maranhão.

Confira o livro na íntegra, clicando no link: http://imesc.ma.gov.br/portal/Post/view/outras-publicacoes/424

Comentários

Comentários