Policiamento reforçado em pontos turísticos reduz crimes e aumenta segurança de frequentadores

Policiamento em áreas turísticas da capital inibe assaltos (Foto: Divulgação)

Reforço do policiamento ostensivo e execução de operações pontuais contribuíram para diminuição de criminalidades e a garantia da segurança aos frequentadores – turistas e maranhenses – em pontos turísticos da capital. As medidas integram planejamento de ação da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), executadas pelo Batalhão de Polícia Militar de Turismo (BPTur). O plano está em andamento no Centro Histórico, Avenida Litorânea, Ponta d’Areia, Espigão Costeiro e Lagoa da Jansen.

Em atuação 24 horas, equipes de policiais do BPTur se concentram nestas áreas de referência do turismo da capital. A estrutura inclui o policiamento em viaturas, motos, bikes, quadriciclo e a pé, em contato mais direto com a população. São mais de 100 militares, se revezando para garantir a cobertura destes locais e a segurança dos frequentadores. Em 2020, somaram cerca de 150 conduções e prisões nestas áreas.

O policiamento ostensivo e preventivo é feito ao longo do dia e intensificado aos fins de semana com as operações pontuais. Entre estas, a Saturação (patrulhamento nas regiões, além de abordagens a pedestres e veículos), Reviver Seguro (patrulhamento), Praia Segura (abordagens a pessoas e patrulhamento) e Fecha Quartel (ações de combate a facções, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e assaltos).

Na Avenida Litorânea, houve maior reforço do efetivo, por conta das obras de prolongamento. Os casos mais comuns neste ponto, segundo a BPTur, são os roubos, furtos, desacato, homicídio e acidentes de trânsito. No Centro Histórico, os arrombamentos, roubos e furtos, consumo de entorpecentes e uso de bebida alcoólica por adolescentes são a maior parte das ocorrências. As ações do programa Nosso Centro, somadas ao trabalho policial, levaram mais atrativos e segurança à área.

“A BPTur desenvolve um trabalho de extremo significado, considerando a importância destas áreas para o turismo, a economia e interação social em nossa cidade. Após intensificarmos o policiamento ostensivo e preventivo, conseguimos obter redução significativa das ocorrências e, paralelamente, observamos mais frequentadores”, pontua o comandante do BPTur, coronel Honório de Carvalho.

O comandante destaca o ano atípico de 2020, quando, por conta da pandemia da Covid-19, não foram realizadas festas tradicionais como o festejo junino e o réveillon; e este ano, o carnaval, maior festa popular do país, que reúne multidões. “A ausência destas festividades reduziu a movimentação de pessoas, mas nossas equipes têm mostrado o compromisso com a proteção destas áreas e, mais importante ainda, com a segurança dos frequentadores”, reitera o coronel Honório de Carvalho.

Comentários

Comentários