Hospital Regional de Balsas ganha novos leitos de UTI para casos da Covid-19

Ao todo, a unidade de saúde terá 27 leitos exclusivos para pacientes com o novo coronavírus, sendo 12 leitos de UTI e 15 leitos de enfermaria (Foto: Divulgação)

O Hospital Regional de Balsas, na região Sul do Maranhão, acaba de ampliar a oferta de leitos para tratamento de pacientes graves da Covid-19, que necessitem de serviços de terapia intensiva. Com oito novos leitos de UTI, mais pacientes com sintomas graves da Covid-19 terão acesso ao tratamento.

O diretor-geral do Hospital de Balsas, Eliabe Aguiar, explica que os novos leitos de UTI vão atender pacientes gerais e também os regulados para tratamento da Covid-19. A ampliação será gradual e iniciou com quatro leitos na última semana. “Implantamos dois leitos na quinta, mais dois na última sexta e outros dois nesta segunda. Ainda nesta semana completaremos os 8 leitos de UTI”, informou.

O hospital é administrado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e é referência para pacientes de 13 municípios da região Sul do estado que sejam diagnosticados como pacientes graves, incluindo pacientes com a Covid-19 que precisem de internação em UTI.

Ao todo, a unidade de saúde terá 27 leitos exclusivos para pacientes com o novo coronavírus, sendo 12 leitos de UTI e 15 leitos de enfermaria.

A ampliação dos leitos exigiu a contratação de mais 30 novos profissionais para dar suporte na assistência médica. São enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, médicos intensivistas, assistentes sociais e maqueiros que vão trabalhar diretamente com os pacientes dos novos leitos de tratamento intensivo.

Estrutura

Os serviços da unidade de terapia intensiva funcionam em dois ambientes diferentes. No primeiro estão instalados 10 leitos comuns e outros dois em ambiente isolado para pacientes com a Covid-19. Outros seis leitos serão distribuídos em três quartos diferentes – cada um com dois leitos – para atender pacientes de UTI não-positivados para a Covid-19.

A unidade oferece também assistência em saúde materno-infantil e é referência na região para tratamento de crianças, gestantes e puérperas com suspeita ou confirmação de quadro moderado ou grave da doença. “Além dos leitos de UTI, contamos com seis leitos de clínica médica para gestantes e puérperas, outros seis leitos de isolamento para crianças e mais três leitos de isolamento para observação obstétrica aos pacientes com suspeita ou confirmação da Covid-19”, complementou Eliabe Aguiar.

Comentários

Comentários