Detran-MA faz testes com novo modelo de etilômetro durante Operação Lei Seca

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), com apoio da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), por meio do Batalhão da Polícia Militar Rodoviária (BPRV),  realizou mais uma ação da Operação Lei Seca, garantindo mais segurança no trânsito da cidade. O objetivo da ação, que tem caráter educativo e fiscalizatório, é coibir o consumo de álcool, em qualquer quantidade, por condutores de veículos automotores. 

A ação aconteceu, na quarta-feira, 12, na Avenida dos Holandeses, na Ponta do Farol. Na oportunidade foi apresentado, à equipe de educadores do Detran-MA e aos policiais do BPRV, um novo modelo de etilômetro, o Saf’IR Evolution, para ser utilizado durante blitz. 

O diferencial deste novo etilômetro é a aplicação de uma tecnologia, com raios infravermelhos, que permite a realização de testes comprobatórios, de triagem e passivos, em um único dispositivo e com informação na tela. Além de ser um aparelho mais célere e que faz até 200 mil testes por ano.

De acordo com a Vice-Presidente do Fórum Nacional da Lei Seca e Coordenadora de Educação para o Trânsito do Detran-MA, Rositânia de Farias, o Maranhão foi o primeiro Estado brasileiro, escolhido pela empresa Orbitae Celer, responsável pelo Saf’IR Evolution, para testar a eficácia do novo etilômetro, em uma blitz da Lei Seca de São Luís. 

“Estamos felizes por nosso Estado estar à frente desta escolha. O novo equipamento foi usado, em caráter experimental, e mostrou mais rapidez e precisão na detecção de alcoolemia ou não, entre os condutores abordados, ajudando os policiais a concluírem seu trabalho com segurança e eficiência”, ressaltou. 

O representante da Orbitae Celer, Paulo Marcelo Tebaldi, explicou que o Saf’IR Evolution foi homologado pelo INMETRO, em dezembro de 2019. “Assim que saiu esta homologação, a empresa optou por apresentar o nosso aparelho no Maranhão, devido a forte atuação do Detran-MA em ações educativas da Lei Seca e de combate à alcoolemia, que são reconhecidas e respeitas em todo Brasil. 

Dados da operação- De acordo com dados da Divisão de Estatística do Detran-MA, durante a ação de quarta-feira, 12, foram abordados 113 veículos e realizados 108 testes do etilômetro. 05 condutores se recusaram fazer o teste e, foram lavrados 04 autos de infração a condutores que dirigiam sob o efeito de álcool.

Durante as fiscalizações, o Detran-MA realiza, por meio de equipe da Coordenadoria de Educação para o Trânsito, ações educativas sobre perigos de dirigir após o consumo de bebida alcoólica. São atividades que levam a conscientização para motoristas e passageiros sobre a importância da Operação Lei Seca na promoção de práticas seguras no trânsito. 

Muitos condutores abordados afirmam que já estão acostumados com as blitzen da Lei Seca, nas avenidas da cidade. “A lei é clara e não dá para facilitar. A tolerância é zero para a mistura de álcool e direção. Sabemos que estas fiscalizações garantem mais segurança no trânsito para todos”, destacou a servidora pública, Adalva Ribeiro.

Sobre a recusa – De acordo com Art. 265ª, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o condutor que for abordado na fiscalização, apresentando ou não sinais de embriaguez, e se recuse a fazer o teste do etilômetro, comete infração gravíssima e está sujeito à multa de até R$ 2.934,70, além do recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que pode ser suspensa, por até um ano, e o veículo retido até que outro condutor habilitado se apresente. Em caso de reincidência o condutor terá que pagar o valor dobrado da multa.

Comentários

Comentários