Manhã de lazer marca encerramento da capacitação de servidores da Funac

Encerramento da capacitação foi realizado com uma atividade prática no Centro Socioeducativo de Internação Provisória Canaã (Foto: Divulgação)

Uma manhã de muita alegria, criatividade, aprendizado e troca de saberes. Foi assim a culminância da capacitação em esporte e lazer, voltada para os servidores e socioeducandos da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), em parceria com a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel). O encerramento da capacitação foi realizado neste sábado (11), com o baile “Família Momesca da Funac”, ocasião em que os profissionais puderam colocar em prática o que aprenderam no treinamento.

A capacitação ocorreu do dia 7 a 11 deste mês no Centro Socioeducativo de Internação Provisória Canaã. As aulas foram conduzidas por Gigi Moreira e Aragão Neto que trabalharam teoria e prática do lazer e recreação, esporte recreativo, esporte educacional, esporte de rendimento, arte e cultura, turismo, musicalização, atividades rítmicas, confecção de materiais esportivos e recreativos.

A presidente da Funac, Sorimar Sabóia, ressaltou que para a construção de políticas públicas eficientes é necessário o fortalecimento da intersetorialidade na socioeducação. “Proporcionar aos adolescentes outras modalidades de esportes, jogos recreativos, de ter uma rotina para incluir os adolescentes nas atividades sociopedagógicas vão somar com as atividades realizadas pelo IEMA e com as demais atividades realizadas pela equipe multidisciplinar dentro dos Centros Socioeducativos. É necessário garantir os direitos dos socioeducandos conforme previsto no Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase),” afirma Sorimar.

Participaram do evento cerca de 80 pessoas entre gestores, oficineiros, professores de Educação Física e Artes, educadores, pedagogos, coordenadores técnicos, dentre outros profissionais para que possam desenvolver periodicamente atividades esportivas, recreativas, artísticas e culturais nos Centros Socioeducativos da Funac.

O secretário de Esporte e Lazer, Rogério Cafeteira destacou a importância da parceria realizada com a Funac. “A Sedel capacitou os profissionais que atuam no atendimento socioeducativo para que eles possam desenvolver um trabalho com mais qualidade para os socioeducandos na área de esporte e lazer”, afirmou.

O chefe do Departamento de Lazer da Sedel, Gigi Moreira, explicou que o projeto Mais Lazer faz parte de uma política desenvolvida pela Sedel e a parceria com a Funac contou com ações na área de lazer artístico, cultural, recreação e esporte recreativo, voltada para adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas. “Foi de fundamental importância a troca de saberes durante o processo de capacitação. Eu acredito que pelo resultado final, do entusiasmo, pela alegria, pela manifestação do depoimentos durante o processo de capacitação conseguimos consolidar a proposta do projeto”, comemorou Gigi Moreira.

O superintendente de programas especiais da Sedel, Ronaldo Baldez, destacou a participação efetiva dos servidores da Funac e dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas na capacitação. “Pudemos perceber o comprometimento da equipe da Funac e a participação efetiva também dos socioeducandos. Tenho convicção que essa parceria Funac e Sedel vai gerar grandes e bons frutos”, pontuou.

“Agradeço a oportunidade que a Funac proporcionou também aos socioeducandos. Me identifico com a temática e pretendo levar os conhecimentos adquiridos na área do esporte e lazer. O esporte pode transformar a vida das pessoas”, comentou um dos socioeducandos que participou do treinamento.

Roberth Sousa, professor de capoeira em Imperatriz, ficou ansioso para aplicar os conhecimentos adquiridos no curso. “Cada capacitação agregamos mais informações que iremos transmitir para os socioeducandos e inovar nas aulas. Em Imperatriz já acontecem várias atividades, tem a capoeira que faz parte da rotina socioeducativa, além de aulas de danças, através de parcerias. É válido ressaltar que a capoeira tem uma boa aceitação com os adolescentes. A gestão da Funac tem investido em ações que contribuirão com a ressocialização dos adolescentes”, disse.

Comentários

Comentários