Caxias sedia o treinamento dos analistas de tutoria, com participação de profissionais de 20 estados brasileiros (Foto: Jardel Scot)

Governo e Conass realizam formação de analistas para tutoria do PlanificaSUS na região de Caxias

Caxias sedia o treinamento dos analistas de tutoria, com participação de profissionais de 20 estados brasileiros (Foto: Jardel Scot)

Com investimentos do Governo do Maranhão, a população da regional de saúde de Caxias é beneficiada com os resultados do projeto Planificação da Atenção à Saúde (PAS), que visa organizar as redes de atenção à saúde, com foco na linha de cuidado da atenção à mulher, gestante e criança. Por conta da experiência exitosa da planificação no Estado, o município de Caxias sedia, até sexta-feira (20), o treinamento dos analistas de tutoria, com participação de profissionais de 20 estados brasileiros.

A Planificação da Atenção à Saúde (PAS) é uma estratégia de reorganização dos processos de trabalho adotada pelo Governo do Maranhão e concebida pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

O objetivo do encontro é preparar os analistas de tutoria do PlanificaSUS para o processo de capacitação dos profissionais dos ambulatórios para operacionalização do Modelo de Atenção às Condições Crônicas (MACC), a partir do desenvolvimento das quatro funções da AAE: assistência, educação, supervisão e pesquisa.

De acordo com a referência estadual da Planificação em Saúde, Tercia Carvalho, o encontro é uma oportunidade para apresentar os avanços do Maranhão para os analistas de tutoria de 20 estados do País.  “Uma oportunidade para eles imergirem na nossa realidade, visitando a unidade básica de saúde como também o Centro Especializado em Assistência Materno Infantil, o CEAMI. Foi oportunizada ainda a chance de conhecerem o processo de trabalho e o trajeto percorrido, desde a estratificação até a consulta e acompanhamento”, afirmou.

A oficina aborda temas como as normas de acompanhamento, apresentação do ambulatório, atividade diagnóstica, acompanhamento da Atenção Contínua à Gestante e à Criança. Além destes, o treinamento apresenta o desenho da linha de cuidado, percurso da gestante na atenção em saúde, o processo de agendamento dos atendimentos, entre outros.

“Em Caxias tivemos a oportunidade de implantar o modelo de atenção às condições crônicas, onde por meio do projeto encontramos um trabalho de co-operacionalização. Isso significa uma modalidade de organização e cuidado da assistência diferente daquele que a gente encontra na Atenção Primária. A gente organizou um serviço que foge do modelo centrado no médico, mas que se apoia em um atendimento e equipe multiprofissional de maneira interdisciplinar, com foco no autocuidado por parte também da gestante”, destacou o médico e consultor do Conass, Marco Antônio Bragança de Matos.

Para a coordenadora geral do CEAMI, Kalyanne Paiva, é importante compartilhar com outros estados os resultados da ação desenvolvida pelo Estado, Conass e Município. “Tudo isso mostra que estamos diminuindo os nossos indicadores e aperfeiçoando cada vez mais a nossa metodologia de trabalho”, disse.

A enfermeira Kelvya Lopes, do Núcleo de Ensino e Pesquisa, apresentou o modelo de reorganização dos processos de trabalho no município de Caxias. “Entre as experiências apresentadas, pudemos compartilhar sobre os etapas de reorganização do processo de trabalho, habilidades e competências, de forma a unir esforços entre os profissionais. Isso não apenas ajudou o município, mas também toda a rede de saúde de Caxias, pois aperfeiçoou a comunicação na assistência em saúde, fortalecendo também os vínculos”, pontuou.

Da regional de saúde de Caxias participam da planificação os municípios de Afonso Cunha, Aldeias Altas, Buriti, Caxias, Coelho Neto, Duque Bacelar e São João do Sóter.