“No Maranhão, crise é combatida com correta aplicação de recursos”, diz secretário de Infraestrutura

Governo executou o primeiro trecho do Anel da Soja (Foto: Gilson Teixeira)

Para o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, a crise econômica nacional tem sido combatida no Maranhão “com a correta aplicação do recurso público”. A afirmação foi feita em entrevista a um veículo de comunicação de Balsas, nesta quarta-feira (27). Segundo ele, os investimentos realizados pelo Governo do Estado são baseados no social, na educação e na produção.

Na ocasião, o secretário mencionou as ações do Governo do Estado em Balsas, como reforma de escolas, construção em andamento do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), o primeiro trecho do Anel da Soja, o Parque Ambiental e o Hospital Regional.

Citou ainda o Mais Asfalto, programa que tem o objetivo de auxiliar as prefeituras na pavimentação e manutenção de vias urbanas. “Estive antes depois em vários municípios e vi o quanto ajuda na vida no comércio, na vida das pessoas, ajuda no acesso aos serviços públicos”, afirmou.

Outro ponto mencionado por Noleto foram as ações nas rodovias da região. Ao todo, já são 100 quilômetros de estradas pavimentadas, distribuídas em todas as regiões do Maranhão, como a Estrada do Arroz, no Sudoeste, Riachão a Feira Nova, no Sul e Barrado Corda a Fernando Falcão, no Centro.

Sobre a MA 006, o secretário mencionou o trecho, entre Grajaú e Arame, já pavimentado e entregue. Segundo ele, essa é a maior rodovia do Maranhão e são necessários aproximadamente 500 milhões para que ela seja asfaltada.

“Nós temos os projetos, os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental que são exigidos pelos órgãos internacionais para obtenção de financiamento. Estamos trabalhando para obter os recursos necessários”, explicou.

Enquanto isso, para garantir a trafegabilidade e o transporte da produção, são executados serviços de manutenção, e haverá um patrulhamento contínuo durante o período chuvoso.

“Estamos trabalhando com operação de tapa buracos e recuperação de segmentos entre Formosa e Tasso Fragoso e vamos começar na próxima semana entre Tasso Fragoso e Alto Parnaíba. Isso vai garantir a trafegabilidade nesse período de chuvas em quando a gente obtém e se a linha de financiamento”, finalizou.

Comentários

Comentários