Governo abre campanha pelo fim da violência contra as mulheres e lança edital de apoio a projetos sociais

Lançamento da campanha 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres (Foto: Nael Reis)

Foi aberta, nesta quinta-feira (21), a campanha 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. A iniciativa é uma realização do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Mulher (SEMU) e da Casa da Mulher Brasileira. Na abertura, foi lançado o edital Mulheres de Atitude.

A cerimônia contou com a presença de entidades parceiras, além da secretária de Estado da Mulher da Bahia, Dra. Julieta Palmeira, para realização de palestra sobre políticas públicas para mulheres.

Campanha

A Campanha mundialmente realizada em 16 dias foi ampliada no Estado e terá diferentes atividades.

“Hoje, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Mulher, dá o pontapé aos 21 dias de ativismo no Brasil. Não é só no Maranhão, e nós potencializamos. Serão mais cinco dias sobre temas referentes ao enfrentamento da violência contra a mulher”, explicou a secretária da Mulher, Ana Mendonça.

A ampliação se deve à antecipação para incluir ações pelo Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro.

“É uma ampliação necessária, porque inclui discussões, em especial, sobre as mulheres negras, que são as grandes vítimas do feminicídio, além de outros tipos de violência”, afirmou Ana Mendonça.

Edital

Um dos pontos altos do evento foi o anúncio do edital Mulheres de Atitude.

Lançamento da campanha 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres (Foto: Nael Reis)

Com valor total de R$ 300.000,00, o certame vai selecionar projetos que auxiliem na aplicação de políticas públicas voltadas para as mulheres em todo o Estado.

“Fico muito feliz hoje, pelo nosso governador Flávio Dino contemplar ainda mais política para as mulheres com o lançamento desse edital que atenderá entidades do Maranhão todo”, declarou a secretária.

Serão selecionados projetos de acordo com dois eixos temáticos: um de prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres e outro de autonomia social e econômica das mulheres.

As propostas poderão ser encaminhadas no período de 25/11/2019 a 10/01/2020 à SEMU (Av. Colares Moreira, nº 08 – Quadra 19, Calhau, CEP: 65075-440, São Luís/MA).

O documento na íntegra pode ser acessado no site: www.ma.gov.br

Comentários

Comentários