SES faz atividades alusivas ao Setembro Amarelo nas unidades da rede estadual

Profissionais do Nina Rodrigues participam de roda de conversa sobre notificação, troca de experiências e análise de boletins (Foto: Rogério Sousa)

Durante este mês de setembro, o Governo do Maranhão tem feito uma ampla programação de prevenção do suicídio. Unidades da rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) reúnem profissionais e usuários dos serviços de saúde para atividades lúdicas, educativas e integrativas, na capital e no interior.

“Converse, conte comigo. Escolha viver!” é o tema da campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. Nesta quarta-feira (11), o Hospital Nina Rodrigues promoveu uma sessão especial do projeto “Pipoca Terapêutica” para pacientes e familiares assistidos no ambulatório de psicologia infanto-juvenil da unidade, assim como pacientes internados em curta permanência. Na sessão lúdica, o filme “Divertidamente” norteou a roda de conversa sobre a influência das emoções, prevenção e tratamento da depressão.

Psicóloga Ariadne Oliveira dialoga sobre com os participantes do projeto “Pipoca Terapêutica” (Foto: Rogério Sousa)

A psicóloga do ambulatório de psicologia infanto-juvenil do Hospital Nina Rodrigues, Ariadne Oliveira, explicou algumas das estratégias adotadas com o projeto “Pipoca Terapêutica”. “Durante o acompanhamento dos pacientes, percebemos o interesse deles em filmes e séries. Passamos a inserir filmes com as temáticas que eles desejam abordar, como sentimentos, depressão, bullying, entre outros, para serem discutidos em grupo”, disse.

Participaram da sessão de cinema pacientes do ambulatório de psicologia, suas famílias, além de pacientes da curta permanência. O projeto colabora com a promoção da integração pacientes e familiares.

Ana Gabrielle Guterres Romanhol fortalece capacitação dos profissionais do Nina Rodrigues (Foto: Rogério Sousa)

“É sempre muito bom participar do ‘Pipoca Terapêutica’, pois é um momento que encontro os amigos que fiz aqui nesses três anos de tratamento para transtorno bipolar. Eu sempre consigo tirar alguma mensagem positiva que me ajudam nos momentos difíceis”, contou a jovem de 19 anos, Elen Simone Sousa.

Roda de conversa

No período da manhã, equipes do hospital fizeram uma roda de conversa sobre o boletim e notificação de óbitos de suicídio. Desta forma, o governo aprimora políticas públicas voltadas para área.

“A roda de conversa é para propiciar o diálogo sobre o suicídio e valorização da vida. O setor de psicologia está promovendo esse momento, que é extremamente importante. Precisamos também de maneira constante capacitar os nossos profissionais de saúde que atuam diretamente com esse público. Além disso, o espaço é para trocar experiências e estudo de casos”, destacou a diretora geral do Hospital Nina Rodrigues, Ana Gabrielle Guterres Romanhol.

A atividade abordou ações de prevenção do suicídio. Para a psicóloga infantil do ambulatório infantil do Hospital Nina Rodrigues, Tânia Mara Vasconcelos, o Setembro Amarelo é um momento oportuno para intensificar o debate. “É importante a sociedade se conscientizar do poder das emoções e sobre o que leva a pessoa a desistir da vida e cometer o suicídio, os fatores de risco e o que nós, profissionais e de saúde, não profissionais de saúde, pais, amigos e sociedade em geral, podemos fazer em nosso dia a dia para prevenir a depressão, um transtorno que pode levar ao extremo”, disse.

HTO

HTO faz ação alusiva ao Setembro Amarelo (Foto: Rogério Sousa)

Com o tema “HTO pela vida – Sua saúde mental importa”, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) do Maranhão fez, nesta terça-feira (10), ação educativa sobre prevenção ao suicídio. Participaram da atividade da campanha Setembro Amarelo médicos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais e nutricionistas.

A diretora administrativa do HTO, Caroline Azevedo, explicou que o Setembro Amarelo, campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, vem sendo amplamente discutido na unidade hospitalar. “É importante que o profissional esteja bem para cuidar do paciente. Diante disso, buscamos ofertar palestras”, disse.

A direção do HTO criou uma agenda de cuidado para os profissionais de saúde da unidade. Todos os meses a unidade de tratamento ortopédico da Secretaria de Estado da Saúde (SES) oferta ações de relaxamento, palestras, ginástica laboral, além de acompanhamento psicológico. “A conscientização e o debate sobre a temática são essenciais para fortalecer a rede de prevenção”, enfatizou a psicóloga e palestrante, Franciane Marinho.

Para a assistente social, Ana Maria Torres, a estabilidade emocional é o ponto de partida para uma melhor qualidade de vida. “Por não ser um problema que podemos visualizar para identificar precocemente, precisamos investir cada vez mais na qualidade de como vivemos no intuito de prevenir. Oportunizar debates como este nos faz, também, refletir quanto àquilo que priorizamos em nossa vida, a forma como enxergamos as dificuldades e as enfrentamos”, avaliou.

Timon

Ao som do toque da sanfona, nesta terça-feira (10), Dia Mundial da Prevenção do Suicídio, o Hospital Regional Alarico Nunes Pacheco, em Timon, promoveu atividades com os usuários do serviço. Ginástica laboral, palestras e dinâmicas sobre prevenção do suicídio no formato roda de conversa.

Comentários

Comentários