População aprova operações ‘Malha Metropolitana’ e ‘Busca Implacável’ de combate a assaltos a ônibus na capital

Mais de 1,9 mil abordagens foram realizadas no mês de janeiro em toda a região metropolitana de São Luís 

Governo reforça a segurança nas ruas para e nos coletivos. Foto: Orceníl Júnior

Duas das diversas operações realizadas pelas companhias e batalhões da Polícia Militar do Maranhão têm um grande propósito: reduzir os índices de assaltos a ônibus na grande ilha. Mas os resultados vão além e contribuem para a retirada de armas de fogo e brancas de circulação, para a apreensão de drogas, cumprimento de mandados de prisão, identificação de jovens e adultos envolvidos em delitos, além da manutenção da segurança oferecida aos usuários de transporte público.

A ‘Malha Metropolita’, explica o comandante da Companhia Independente de Turismo (CPTur), Tenente Coronel, José Roberto Moreira, realiza barreiras em toda a região metropolitana da cidade, em horários pré-definidos. “São abordagens durante dia e noite em vários pontos da capital. Na área do Policiamento de Área Metropolitana 1 CPAM I, por exemplo, foram realizadas 1.956 abordagens pelos 8º e 9º Batalhão, CPTur, USC Vila Luizão e da Companhia de Guarda do Palácio (CPGP)”, detalhou o comandante, enquanto participava de mais uma operação de combate a assaltos a coletivos.

Governo reforça a segurança nas ruas para e nos coletivos. Foto: Orceníl Júnior

“Aqui, na área do Centro Histórico, na região da Lagoa da Jansen, do Espigão da Ponta D’Areia e da Avenida Litorânea, que são de responsabilidade da CPTur, nós conseguimos atingir uma boa cobertura neste mês de janeiro. Começamos o ano bem, sem registrar nenhum de assalto a ônibus”, conta o Tenente Coronel.

Já a ‘Busca Implacável’ realiza abordagens a ônibus em movimento, um elemento surpresa na luta contra o crime, onde as viaturas identificam o coletivo e fazem com que ele pare no acostamento. A partir daí todos os passageiros são revistados.

O motorista de ônibus, Anderson Pereiro, foi abordado pela operação Busca Implacável e falou da importância desse de tipo de ação para segurança de usuários, motoristas e cobradores. “Esse tipo de operação nos deixa seguros, é uma sensação de conforto saber que dentro do carro que você leva, não tem ninguém armado. Em seis anos de profissão, nunca fui assaltado e espero continuar assim”, afirmou o condutor.

O pintor Adonilson Pereira, teve que descer do ônibus para ser revistado, mas não vê problema nisso. “Ando de coletivo diariamente e sempre vejo o trabalho da polícia nos coletivos. Com eles na rua, parando os coletivos e revistando as pessoas, aumenta a segurança dos passageiros”, declara Adonilson.

Dona Linoura dos Santos, se desloca diariamente usando o transporte coletivo de São Luís e acha que as abordagens inibem os assaltos de todas as formas. “Sempre vejo o trabalho da polícia nos coletivos e acho que funciona até quando não é feita a abordagem, porque os bandidos ficam com medo de entrar nos ônibus sabendo que a qualquer hora ele pode ser parado pela polícia. Isso é muito bom, nos passa segurança e tranquilidade em nosso trajeto”, conta a cozinheira.

Além colaborar para as 1.956 abordagens realizadas pelo CPAM I, os policiais da CPTur também apreenderam 62 armas entre brancas e de fogo, conduziram 40 pessoas, atuaram em flagrante 5 e não registram, na área do Centro Histórico, nenhum caso de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).

Bilhetagem

 Os batalhões que participam das operações usam um cartão parecido com o de transporte que registra que o ônibus passou por uma abordagem polícia. Esse sistema ajuda a identificar quais linhas e em quais locais os coletivos estão recebendo as revistas da polícia.

Os dados são analisados mensalmente junto ao Sindicato dos Rodoviários do Maranhão para traçar novos lugares e horários que mais necessitam das ações policiais.

População aprova ações da PM nos coletivos

Josean Lima Neves – Operador de Caixa
“É uma ação muito boa porque não sabemos quem senta ao nosso lado nos coletivos. As abordagens são bem-vindas! A polícia está de parabéns, nota 10”.

Kleiton de Jesus – Estudante
“Preciso usar o transporte público todos os dias da semana e sempre vejo esse tipo de operação da polícia nos ônibus. O bom é que não é só aqui, já passei por vários bairros onde também eram realizadas as abordagens. Esse tipo de ação nos deixa mais seguros”

Maria de Lourdes Silva – Doméstica
“Essa operação é nota 10. Dá segurança e nos deixa mais tranquilos no trajeto de casa para o trabalho”

Ozias Pereira – Motorista há 14 anos
“De dois anos para cá que comecei a ver esse tipo de operação, antes não tinha isso. Estávamos esquecidos. Mas agora é diferente. É uma coisa muito importante para a gente que trabalha e para quem usa o transporte também”.