Pacto pela Paz: policiais celebram investimentos em qualificação profissional

Diretor de Ensino da PMMA, coronel Laércio Ozório Bueno, destacou a importância da qualificação de policiais. Foto: Orcenil Júnior/Secap

“A emoção é a maior possível, fazer um curso que gerou repercussão nacional por ser de alto nível, perante todas as polícias do Brasil. Agora é só cumprir com o dever e repassar o conhecimento adquirido para o resto da tropa”, falou o aspirante Joed Pereira dos Santos, 28 anos, 1º da turma do Curso de Operações de Choque da Polícia Militar do Maranhão. Ele é parte dos 1.400 agentes em qualificação e requalificação atualmente no estado, através das formações oferecidas pela Diretoria de Ensino da PMMA.

Joed integra um grupo de 28 policiais militares que se formou na última quarta-feira (15), em solenidade realizada no Comando Geral da Polícia Militar, no Calhau. O curso teve início em 16 de janeiro, e contou com disciplinas especializadas para lidar com situações de maior gravidade, como controle de distúrbios, desarmamento de bombas e artefatos explosivos e gerenciamento de crise. Como este, são mais de 40 cursos de formação qualificação e especialização em andamento na PMMA.

“Esse tipo de curso é extremamente necessário na formação do profissional que busca a excelência. Quando nós temos força de vontade e queremos fazer o nosso melhor, a gente procura aproveitar as oportunidades. Foi isso que eu fiz com esse curso”, afirmou a policial militar Milena Mota de Carvalho, 27 anos, que se formou com a 2ª melhor pontuação em uma turma majoritariamente masculina.

Para o soldado Aminadab Santos Tito Júnior, o 3º aluno melhor avaliado do curso de Choque, toda a turma é vitoriosa por conseguir concluir uma formação rigorosa, que os capacitou para lidar com grandes distúrbios. “A emoção não tem como descrever não, independente de colocação. O importante é que o pelotão todo se formou. E a questão do conhecimento, é só repassar e ajudar meu batalhão que eu gosto muito, está no meu coração”, disse o policial.

Referência nacional

Segundo o comandante geral da Polícia Militar, coronel Frederico Pereira, o Curso de Operações de Choque contou com intercâmbio em outros estados e foi referência nacional. “Tivemos a oportunidade visitar as polícias de Minas Gerais e São Paulo, duas polícias referência nesse quesito e as duas maiores polícias do Brasil. O curso foi completo, um show de competência, não ficou devendo absolutamente em nada a nenhum curso de Choque no país”, declarou.

De acordo com o diretor de Ensino da PMMA, coronel Laércio Ozório Bueno, a permuta com outros estados é uma constante, visando uma formação de excelência aos agentes de segurança do Maranhão.

“A Polícia Militar não pode parar de formar, qualificar e aperfeiçoar seus quadros. Então, a cada dia que passa, nós temos que repassar os conhecimentos mais atualizados e prepará-los à nova demanda, ao novo contexto, para poder proporcionar uma segurança pública mais adequada”, frisou coronel Ozório.

Pacto Pela Paz

Instituído na gestão Flávio Dino, o ‘Pacto pela Paz’ reúne uma série de ações para reestruturação da Segurança Pública do Maranhão. As iniciativas envolvem a contratação de mais policiais, promoções, investimentos em formação profissional, tecnologia e infraestrutura. O diálogo com a população, através do estreitamento das relações com as lideranças comunitárias, e a realizações de cursos e oficinas para estimular a cultura de paz são outras vertentes do programa social.