Governo reforça agricultura familiar com inauguração de escritórios da Agerp na região do Alto Turi

Gestores destacaram importância da criação dos escritórios para dar oportunidade aos produtores rurais. Foto: Divulgação

Com o objetivo de fortalecer as atividades relativas à agricultura familiar na região do Alto Turi, o Governo do Maranhão, por meio do Sistema da Agricultura Familiar, inaugurou dois escritórios da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) nos municípios de Luís Domingues e Zé Doca, respectivamente.

Conhecida como a região produtora de juçara/açaí, a área do Alto Turi possui grande número de agricultores que tiram desse fruto o sustento, sendo exportado até para outros estados, como Pará e Piauí. Localizada próximo à divisa com o estado do Pará, a região tem características amazônicas, tanto no clima, vegetação e, também, na cultura, com presença forte do carimbó, ritmo marcante paraense.

Com grande potencial para a cadeia produtiva da juçara ou açaí, a região carecia de assistência técnica e extensão rural mais efetiva aos produtores. Pelo fato da região ser distante, em Governos anteriores as políticas públicas rurais não eram aplicadas, o que ocasionou atrasos no desenvolvimento das cidades e principalmente na geração de emprego e renda para a população rural.

Por determinação do governador Flávio Dino, para alcançar essas famílias de produtores que possuem potencial para a agricultura familiar, ainda mais as extrativistas, a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), em parceria com a Prefeitura de Luís Domingues, inaugurou um Escritório Avançado da Agerp no município e que atenderá os agricultores de Amapá do Maranhão, Cândido Mendes, Carutapera e Godofredo Viana, além de Luís Domingues.

O prefeito de Luís Domingues, Gilberto Braga, enfatizou que a gestão do governador Flávio Dino está incentivando a produção da agricultura familiar na região, algo que estava esquecido há anos em gestões anteriores. “Vejo que nossa região foi lembrada pelo Governo do Estado. Tínhamos dificuldades por não ter apoio da gestão estadual e nossa realidade está mudando agora com o incentivo do governador Flávio Dino para a nossa agricultura. Teremos uma agroindústria de açaí e um Escritório da Agerp, essas ações farão a gente avançar”, afirmou o prefeito.

Além do Escritório Avançado da Agerp, o município de Luís Domingues está incluso na Cadeia Produtiva do Extrativismo com foco na Juçara/Açaí que irá beneficiar 70 extrativistas. Essa Cadeia Produtiva do Extrativismo inclui ainda as cidades de Amapá do Maranhão, Cândido Mendes, Carutapera e Godofredo Viana. O Governo está investindo mais de R$ 540 mil para reforma de agroindústrias, aquisição de equipamentos, veículos e outras ações para o beneficiamento da juçara.

No município de Zé Doca, a Agerp está de casa nova.  As novas instalações da Agerp no município foram inauguradas e conta com um espaço mais confortável para os técnicos e servidores trabalharem e para atender melhor os agricultores familiares da região. O antigo prédio da Agência estava sem condições para funcionar adequadamente. A reestruturação da entidade de assistência técnica pública faz parte do planejamento estratégico do órgão em reformar e reestruturar a parte física do órgão para dar condições de trabalho aos servidores e melhor atendimento aos agricultores familiares que procuram a Agência.

Gestores destacaram importância da criação dos escritórios para dar oportunidade aos produtores rurais. Foto: Divulgação

O presidente da Agerp, Júlio Cesar Mendonça, explica que a Agerp passa por um macroplanejamento de reorganização, com o intuito de eliminar os principais entraves que impediam a continuidade das ações em anos anteriores. “A região do Alto Turi devido ser uma região que fica na parte extrema do mapa, as ações não chegavam e inauguramos os Escritórios em Luís Domingues e Zé Doca para fazer com que a assistência técnica alcance os produtores e, também, fomentar o desenvolvimento da  cadeia do extrativismo e outras cadeias que vamos oferecer”, ressaltou o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça.

Conforme o secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares, a reestruturação da entidade representa a missão do governador Flávio Dino em fortalecer a agricultura familiar. “Para isso, é necessário que o órgão esteja com condições de executar as atividades de campo,” ressaltou o secretário.

O gestor Regional da Agerp Zé Doca, José Raimundo Mendonça, ressaltou que a criação do Escritório Avançado em Luís Domingues será como uma extensão do Regional de Zé Doca. “O Escritório de Luís Domingues representa avanço e vamos estar mais perto do agricultor. Tínhamos dificuldades para chegar até o município por ser muito distante do Regional de Zé Doca, e com uma equipe fixa em Luís Domingues vamos diminuir as dificuldades e proporcionar um melhor desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Açaí. E além disso, estamos inaugurando o novo escritório de Zé Doca, que vai melhorar ainda mais nossas ações na região”, pontuou o gestor.