Governo promove evento que reunirá cidades históricas e patrimônio mundial

ão Luís será sede do 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial. Foto: Divulgação

ão Luís será sede do 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial. Foto: Divulgação

Definir uma agenda para o desenvolvimento sustentável dos núcleos históricos em sintonia com a gestão urbanística das cidades. Com esse objetivo, a Confederação Nacional de Municípios (CNM), o Governo do Estado do Maranhão e a Prefeitura Municipal de São Luís promovem o 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial, entre os dias 24 e 27 de fevereiro na capital maranhense.

Com uma pauta diferenciada, integrada às demandas dos municípios reconhecidos como Patrimônio Cultural Nacional e Patrimônio Mundial, o encontro vai reunir os gestores locais para contribuírem com os debates. Essas discussões vão priorizar os temas que abordam as questões sociais, de estrutura, de financiamento e da legislação voltados aos centros históricos.

A CNM defende que o aproveitamento efetivo das potencialidades locais deve promover redes de cooperação entre governo, comunidade e iniciativa privada. A partir deste entendimento, pode haver a aplicação de políticas públicas voltadas às ações de preservação, promoção e integração, por meio de um processo de desenvolvimento local inclusivo e sustentável.

“Na pauta estão previstos diversos debates, mas daremos destaque para a definição de ações que impulsionem o desenvolvimento do turismo nas cidades históricas, assunto de grande interesse de todos os municípios. Acessem o site e inscrevam-se gratuitamente. As vagas são limitadas e a participação dos municípios é fundamental para o êxito da iniciativa” disse Delma Andrade, secretária de Estado de Turismo, sobre o evento.

Paulo Ziulkoski, presidente da CNM, destacou que os centros históricos desempenham papel de destaque na dinamização econômica, social, cultural e turística de uma localidade e, por essa razão, são núcleos com grande potencial para a geração de riquezas, trabalho e renda. “O aproveitamento efetivo dessa potencialidade deve ser realizado a partir do estabelecimento de redes de cooperação entre governo, comunidade e iniciativa privada para a aplicação de políticas públicas voltadas às ações de preservação, promoção e de integração com a cidade e com um processo de desenvolvimento local inclusivo e sustentável”, acentuou.

Também são parceiros no evento o Sebrae Maranhão, a Organização Brasileira das Cidades Patrimônio Mundial (OBCPM) e a Associação Brasileira das Cidades Históricas Turísticas (ABCHT).

Painéis

Ao longo do evento estão previstos painéis que devem tratar de financiamento para a gestão do Patrimônio Histórico e Sustentabilidade da Economia (apresentação de boas práticas de negócios e alternativas de exploração do potencial econômico dos Municípios Históricos – Turísticos) e alternativas para o enfrentamento de problemas sociais.

No encontro, também, será debatida a gestão urbana, o turismo como catalisador para o desenvolvimento dos Municípios Históricos e a governança. Ainda devem acontecer discussões sobre as atuações do governo federal e do legislativo federal.

Hotsite

Os gestores também podem contribuir para o incremento do hotsite e das imagens do patrimônio do seu município. Para isso, basta usar a tag #cidadeshistoricas nas redes sociais das prefeituras.

As inscrições estão sendo realizadas no endereço eletrônico www.cidadeshistoricas.cnm.org.br Mais informações pelo e-mail: turismo@cnm.org.br ou pelos telefones (98) 3232-0989;(61) 2101-6606 e (61) 2101-6620.