Governo mobiliza escolas da rede estadual para garantir inscrições de estudantes no ENEM, em todo o estado

Alunos do C.E. Cidade de São Luís fazem inscrições para o Enem. Foto: Divulgação

O Dia ‘D’de mobilização das escolas públicas da rede estadual de ensino para inscrição de alunos no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), promovido nesta quarta-feira (17) pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), movimentou escolas nas 19 Unidades Regionais de Educação (UREs). Os gestores dos centros de ensino foram orientados a auxiliar os estudantes do 3º ano do Ensino Médio com dificuldades na inscrição.

Na Unidade Regional de São Luís várias escolas fizeram mutirão para inscrição do Enem, colocando à disposição dos estudantes servidores e laboratórios de informática ou, até mesmo, os terminais de computação da diretoria para que ninguém ficasse de fora do Enem 2017.

No C.E. Cidade de São Luís, no bairro da Cohab Anil, os alunos se revezam na secretaria da escola para acessar a plataforma do MEC e fazer suas inscrições. A escola tem como meta que pelo menos 85% dos alunos do terceiro ano inscrevam-se no exame. No ano passado, 65% se inscreveram. Para isso, além de computadores, colocou funcionários para auxiliarem os alunos que têm dificuldade.

“Nós queremos muito que os nossos alunos aproveitem as oportunidades e que cresçam nos seus estudos. E estamos felizes com a resposta deles, que estão nos procurando. A escola abriu as portas, também, para que ex-alunos e jovens da comunidade possam fazer suas inscrições”, disse a gestora geral da escola Kátia Lima Ferreira.

Para o estudante Victor Gabriel Cruz Ferreira, que fez a inscrição nesta quarta-feira (17), com o foco no curso de Medicina, a ajuda da escola é fundamental. “Eu achei muito importante, porque nem todo mundo tem internet e às vezes falta dinheiro para pagar lan house. Eu aproveitei porque quero muito lutar por uma vaga na medicina”, disse Victor cheio de esperança.

A estudante Raimunda Beatriz Santos Carvalho levou 20 minutos para se inscrever. Ela quer conquistar uma vaga no curso de Odontologia. “Essa iniciativa da escola é muito importante para nós. Nos incentiva, de certa forma, porque muitos estudantes não têm esse apoio, até mesmo dentro de casa. E só a escola chegar e dizer ‘estamos disponíveis para fazer as inscrições com vocês’, e apoiarem, é um grande passo e a gente agradece”, disse Raimunda.

“Para mim que venho da zona rural (Bom Jardim- São José de Ribamar), essa ajuda da escola foi fundamental. Lá na minha comunidade eu não tenho como fazer. E eu não quero perder a chance de lutar por uma vaga em Educação Física. É meu sonho”, falou Mateus Cristian da Cunha Mendonça, de 18 anos.

Na Unidade Regional de Educação de Balsas, todas as escolas foram mobilizadas para garantir logística para que os alunos façam suas inscrições.  O C.E. Padre Fábio Bertagnolli, colocou terminais da sala do NTE à disposição dos alunos.

Alunos do C.E. Cidade de São Luís fazem inscrições para o Enem. Foto: Divulgação

Ainda na Ure de Balsas, 90% dos alunos do terceiro ano do C.E. São Raimundo Nonato, em São Raimundo das Mangabeiras, já se inscreveram no ENEM.

E no C.E. Antônio Sirley de Lima Arruda, em Formosa da Serra Negra, quase 100% dos alunos já haviam feito as inscrições na manhã desta quarta-feira (17). “Nós fizemos uma grande mobilização em grupos de WhatsApp, os professores se interessaram, conversaram com os alunos em sala de aula. E o resultado foi esse. Estamos felizes com isso”, disse Miguel da Silva Milhomem gestor da escola.

Nas Ures de Imperatriz e Timon, as escolas que já estavam dando apoio aos estudantes desde o início das inscrições, concentraram os esforços neste Dia ‘D’ de mobilização para inscrições no Enem. O dia foi de laboratórios cheios e alunos concentrados para não perder o prazo.

A meta da Seduc é ampliar a participação dos estudantes das escolas estaduais no Enem, cujas inscrições encerram nesta sexta-feira (19). O exame será realizado, neste ano, em dois domingos consecutivos, 5 e 12 de novembro (definido em consulta pública).