Fapema realiza avaliação das propostas inscritas no edital Programa de Apoio a SNCT

Foto: Divulgação

Um Comitê de Julgamento formado por 24 consultores ad hoc, de diferentes instituições de ensino superior do Estado e do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), realizou nesta sexta-feira (11), avaliação das 173 propostas inscritas no Programa de Apoio à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.
Por meio do programa da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), serão apoiadas atividades de divulgação científica ou tecnológica que tenham como foco o tema da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT) “A matemática está em tudo”, definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

O Governo do Estado está investindo R$ 500 mil no financiamento das atividades que devem ocorrer em todo o Maranhão durante a segunda quinzena de outubro, como parte do programa da SNCT. As propostas selecionadas receberão recursos que variam de R$ 4 mil a R$ 30 mil, de acordo com a faixa inscrita. Os valores irão financiar a realização de feiras, mostras, palestras, minicursos, exposições e demais eventos correlatos de popularização da ciência. O resultado do edital será divulgado na próxima semana no site da Fapema no endereço www.fapema.br.

“Um dos grandes ganhos da SNCT é poder realizar uma série de eventos científicos em todo o Estado. O edital da Fapema tem esse compromisso. Em 2016 financiamentos atividades em mais de 42 municípios do Maranhão. Isso é um grande feito que esperamos superar este ano alcançando um número ainda maior de cidades. Como o tema deste ano da Semana temos a oportunidade de discutir profundamente a questão da matemática e sua relação com todas as outras ciências”, observou o diretor presidente da Fapema, Alex Oliveira.

Este ano o grande evento da semana, organizado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em parceria com a Fapema, será em Timon, de 25 a 28 de outubro, mas as atividades financiadas pela fundação podem ser realizadas em qualquer município do Maranhão a partir da segunda quinzena de outubro, como forma de difundir o conhecimento científico em todo o Estado.

A SNCT, segundo destacou Alex Oliveira, já é uma marca da Fundação e da Secti, e a cada ano tem atraído maior número de pessoas interessadas em conhecer o que é produzido na área da ciência, tecnologia e inovação no Maranhão, em outros estados e outros países, uma vez que o evento traz para discussão temas nacionais e internacionais.

Cidade da Ciência

A “Cidade da Ciência”, que será montada pelo Governo do Estado em Timon, deverá receber pesquisadores, professores e estudantes de todo o Maranhão e também de outros estados que irão apresentar as novidades na área da ciência, tecnologia e inovação. O espaço, onde acontecerão oficinas, minicursos, apresentações de pôsteres, apresentações de protótipos e mostras científicas, entre outras atividades, irá ocupar uma área de 4.800 metros quadrados.

No local serão montados stands, sete auditórios – sendo seis com capacidade para 30 pessoas e um para 300 pessoas -, espaço kids com atividades voltadas para o público infantil, área para apresentação de pôsteres, mostras científicas, um labirinto onde será utilizada a temática da matemática e em quer as pessoas poderão entrar e a cada acesso ter uma problemática para resolver como pré-requisito para seguir em frente no jogo e sair do labirinto. Além desses espaços haverá áreas para observação de astronomia, dois planetários, espaço cultural e praça de alimentação.