Com reforço policial, Itaqui-Bacanga não registra homicídio desde o fim de junho

Novo Complexo Policial do Itaqui-Bacanga. Foto: Handson Chagas/Secap

Desde o fim do mês de junho não são registrados homicídios na Área Itaqui-Bacanga, que ganhou recentemente reforços na segurança. Os assaltos a ônibus na região, que fica na capital, também foram freados, tendo havido apenas uma ocorrência nos últimos 60 dias.

O balanço é resultado das ações de combate e prevenção dos crimes contra a vida, uma das principais frentes de atuação das forças de segurança do estado.
Há pouco mais de dois meses, o Itaqui-Bacanga recebeu a transferência do 1º Batalhão da Polícia Militar atendendo um pedido dos moradores que vinha sendo ignorado havia décadas.

E, nesta semana, a área ganhou um novo grande reforço, com a inauguração do Complexo Policial da Área do Itaqui-Bacanga, reunindo diversas unidades da Polícia Militar e da Polícia Civil.

Policiais do novo complexo do Itaqui-Bacanga. Foto: Handson Chagas/Secap

“Nós podemos comemorar hoje 42 dias sem homicídios nessa área. Tudo isso já pela presença das forças de segurança. Aqui é a inauguração, mas os colegas já estavam trabalhando, e houve a concretude daquilo que queremos. A redução da taxa de homicídios nessa área mostra o sucesso dessa determinação do governador em instalar unidades policiais aqui”, disse o secretário de Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, durante a inauguração do Complexo Policial, na última quinta-feira (10).

Parceria
O complexo é fruto de parceria do Governo do Maranhão com a Vale e será responsável pelas ações de segurança e investigação em 53 bairros da região, garantindo que as forças de segurança se aproximem ainda mais dos moradores de uma das áreas mais populosas de São Luís.

Fazem parte do complexo o 1º BPM, três companhias de Polícia Militar, o Esquadrão Falcão, o Grupo Tático Móvel e a delegacia de Polícia Civil, além da Seccional da área Sul.
A parceria firmada entre a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e a Vale se deu por meio de doação de seis casas nas proximidades do terminal ferroviário de São Luís para a instalação dos novos endereços da Polícia Militar e da Polícia Civil. Em contrapartida, o Governo do Maranhão garantiu a instalação das novas unidades, reafirmando o compromisso de manter as forças de segurança mais presentes na região e aproximando as ações do poder público e privado.

“Isso mostra que com a presença do Estado, por meio dos órgãos de segurança, junto à comunidade, o resultado vem. Isso vai continuar, teremos a incorporação de mais homens, a aquisição de mais novas viaturas e a expansão do serviço público de segurança nessa área. Aqui é uma população que colabora, participa e faz a gente acertar”, acrescentou Portela.

Queda da criminalidade
A queda na criminalidade no Itaqui-Bacanga acompanha a melhora geral dos índices de segurança no Maranhão.
O número de homicídios na Grande São Luís caiu 34,3% entre janeiro e julho deste ano na comparação com o mesmo período de 2014. Nos primeiros sete meses de 2017, foram 330 casos registrados, contra 502 em igual período de 2014, representando 172 vidas salvas.

Além disso, o número de homicídios vem caindo ano a ano. Levando em conta o período entre janeiro e julho, em 2014 foram 502; em 2015, caíram para 447; em 2016, foram para 414; e em 2017, desceram para 330.