“Aqui é minha 2ª casa”, diz para Flávio Dino aluno de projeto vencedor do Prêmio Você Faz a Diferença

Flávio Dino com o aluno Erick David, do Pelotão Mirim. Foto: Divulgação

Aprender a ceder o lugar na fila para os idosos, a não jogar lixo no chão, a preservar o meio ambiente e a ser um cidadão. Essas são algumas das coisas que os 260 alunos do projeto Pelotão Mirim, em Balsas, aprendem. Eles receberam a visita do governador Flávio Dino nesta quarta-feira (25).

O projeto foi o grande vencedor do Prêmio Você Faz a Diferença, do Governo do Estado, em 2017. Foi a primeira edição do evento, que continua neste ano. O edital para o Prêmio 2018 será divulgado em breve. A iniciativa reconhece e valoriza iniciativas e ideias de servidores públicos estaduais no Maranhão.

“O projeto Pelotão Mirim é a minha segunda casa”, disse o estudante Erick David Ribeiro dos Santos, de 11 anos, um dos alunos. “Aqui me ensinaram várias coisas, como prevenção às drogas, direitos e deveres, Estatuto da Criança, Estatuto do Idoso, trânsito”, acrescentou.

O projeto fica no 4° Batalhão de Polícia Militar em Balsas. Ele é idealizado e coordenado pelo comandante do BPM, tenente-coronel Juarez Medeiros.

Aproximação
“O projeto aproxima a polícia da comunidade ao trazer esses jovens. Com isso, eles vão deixando de ter medo da polícia e passam a ter respeito pela instituição”, contou o tenente-coronel Medeiros.

Ele disse que, no primeiro ano do projeto, foram cerca de mil inscritos. E que agora a intenção é ampliar o Pelotão Mirim.

Flávio Dino em visita ao Pelotão Mirim. Foto: Divulgação

“Ver vocês aqui motivados, interessados e aprendendo é muito bom”, afirmou o governador durante a visita aos alunos. Flávio ressaltou a importância da educação para a sociedade.

O Projeto Pelotão Mirim atende 260 alunos com idade entre 10 a 14 anos de escolas publicas (86% do total) e escolas privadas (14% do total). Eles têm aulas duas vezes por semana no horário em que não estão na escola.

Cerca de 30 escolas participam do projeto. O curso tem duração de um ano, com 280 horas de aula. São 14 disciplinas e 20 instrutores. Só fica no Pelotão Mirim quem tem boas notas na escola.