Alunos do curso de Operações Choque da PM recebem treinamento em Minas Gerais

Alunos do II Curso de Operações de Choque (IICOPC), da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), estão participando, até esta sexta-feira (17), no Batalhão de Polícia de Choque do Estado de Minas Gerais, em Belo Horizonte, de uma rotina de treinamentos operacionais. Desde quarta-feira (15), eles estudam a legislação Controle de Distúrbios Civis (CDC) e recebem capacitação em atividades de negociação em caso de movimentos sociais e manifestações (teoria e prática), além de conhecerem a logística de funcionamento da unidade e realizaram uma visita técnica ao estádio do Mineirão.

Segundo o comandante do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) do Maranhão, tenente-coronel Wellington de Araujo, os alunos estão recebendo treinamentos ministrados por praças e oficiais de tropas especializadas da Polícia Militar de Minas Gerais com conhecimento e experiência em diversas modalidades de atuação de uma tropa de choque. Os alunos visitaram, também, a Polícia Militar do Estado de São Paulo. Esses intercâmbios, segundo o coronel Wellington de Araujo, proporcionam unificação nos procedimentos e doutrinas do emprego das tropas de choque nas operações.

O II Curso de Operações de Choque começou em janeiro com a participação de oficiais e praças das Polícias Militares do Maranhão, Piauí e Acre. O curso tem carga horária de 507 horas/aulas e estão sendo ministradas por policiais da PMMA e de corporações, nos períodos da manhã, tarde e noite. O objetivo é aprimorar o formando nas mais variadas disciplinas, tais como: Técnicas e Táticas de Controle de Distúrbios Civis, Atuação em Estabelecimento Prisional, Gerenciamento de Crise, Abordagem, Reintegração de Posse em Área Rural e Urbana, dentre outras.