Governo e Fiocruz capacitam profissionais para fortalecer atenção primária e saúde da família no estado

Capacitação dos profissionais de saúde (Foto: Márcio Sampaio)

Cerca de 150 profissionais participaram, nesta quinta-feira (14), do curso de “Apoio Matricial na Atenção Básica com ênfase no Nasf-AB”. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) apoia o evento promovido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em São Luís, Caxias e Imperatriz.

A terceira edição da capacitação no estado reúne profissionais que atuam no Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (Nasf-AB). A ação contribui para melhoria da qualidade da Atenção Básica (AB) no estado, assim como para implementação de diretrizes do Ministério da Saúde (MS).

A chefe do Departamento de Atenção à Saúde da Família da SES, Ana Carolina Fernandes, disse que a formação é uma ferramenta importante para o fortalecimento da atenção primária ofertada no Maranhão. “O curso tem ênfase na saúde da família, objetivando aperfeiçoar o serviço prestado por fisioterapeutas, médicos, assistentes sociais, e demais profissionais que trabalhem no setor”, disse.

Os profissionais participam da capacitação na Escola Técnica do SUS/ETSUS (São Luís), Campus da Universidade Estadual do Maranhão (Caxias) e Campus da Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz). No Brasil, a iniciativa capacitou 2.897 profissionais de saúde para o SUS. Atualmente, são mais de 2000 alunos inscritos em todo o país.

Elzimar Palhano, da Fiocruz (Foto: Márcio Sampaio)

A capacitação contribui para redução da mortalidade materna. “O curso capacita os profissionais que dão suporte à atenção primária, para que estes ofertem um melhor cuidado à população”, destacou Elzimar Palhano, tutora da Fiocruz.

A coordenadora pedagógica da Escola Técnica do SUS/ETSUS, Maria Lourdes Carvalho, destacou que o Governo fortalece a formação dos profissionais do SUS no estado. “Acreditamos no sistema e na universalização, de modo que ele chegue até aos que mais necessitam de cuidados”, disse.

Para Carlos Eduardo Alib, nutricionista da equipe do Nasf, da Cidade Olímpica, o curso é uma atualização importante para o exercício da profissão no núcleo. “Nós que trabalhamos na atenção básica precisamos sempre de atualização. Trabalhamos direto com a população e com políticas de saúde”.

A terapeuta ocupacional, Cíntia Martins, atua na área de reabilitação. “A atualização é sempre importante, ainda mais na área de reabilitação dos pacientes. Temos novidades o tempo todo, novas diretrizes. É um curso formativo, que conta no nosso currículo”, destacou.

Comentários

Comentários