Usuários do Restaurante Popular de Itapecuru participam de oficinas de Educação Alimentar e Nutricional

  Crianças de Itapecuru-Mirim participam da oficina Chefes Mirins. (Foto: Divulgação)

Crianças de Itapecuru-Mirim participam da oficina Chefes Mirins. (Foto: Divulgação)

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) está oferecendo aos usuários do Restaurante Popular do município de Itapecuru-Mirim duas oficinas de Educação Alimentar e Nutricional. A ação visa despertar em crianças e adultos a prática de hábitos alimentares saudáveis e orientar à importância do aproveitamento integral os alimentos, evitando desperdício.

Durante a oficina Chefes Mirins, coordenada pela Secretaria Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional (Sasan), cerca de 40 crianças estão recebendo orientações da importância de uma alimentação saudável e equilibrada, da higienização das mãos e de como manusear adequadamente os alimentos que serão consumidos.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista disse que a oficina faz parte de uma série de ações que já vêm sendo desenvolvidas em todas as unidades de alimentação do estado.

“O atual Governo tem demonstrado, cada vez mais, sua preocupação com a qualidade de vida das famílias maranhenses, por isso, a Sedes tem desenvolvido, nos próprios restaurantes, atividades educacionais e de capacitação para as comunidades onde os equipamentos estão implantados”, disse o secretário.

Neto Evangelista ressaltou que o Governo do Estado está trabalhado para diminuir os índices de insegurança alimentar no Maranhão. “São metas que vem sendo alcançadas, aos poucos, com a construção de novas unidades de restaurantes populares e cozinhas comunitárias. Ele informou que, ao todo, já são mais de 16 novas unidades espalhadas em todo o Maranhão e, até o final deste ano, mais 6 serão inauguradas.

Para Amara Barros, de 9 anos, a oficina Chefes Mirins fez ela repensar nos alimentos que consome diariamente. “Aqui estou aprendendo muito do que são alimentos para as nossas vidas, de como eles podem nos ajudar a crescer saudáveis. Vou começar a pensar melhor e escolher alimentos mais saudáveis, que façam bem à minha saúde”.

    Participantes de oficina promovida para usuários do Restaurante Popular de Itapecuru-Mirim. (Foto: Divulgação)

Participantes de oficina promovida para usuários do Restaurante Popular de Itapecuru-Mirim. (Foto: Divulgação)

Os adultos estão participando do curso Aproveitamento Integral dos Alimentos que alerta à importância do consumo de partes das frutas, verduras e legumes que, em geral, são jogadas fora, mas que devem ser aproveitadas, pois são ricas em substâncias e nutrientes necessários para nosso organismo.

“Estou muito feliz por participar de um curso tão importante para o nosso dia a dia. Aqui estou aprendendo sobre como utilizar cascas, sementes e talos de alimentos que antes iam para o lixo. Agora, além de diversificar o cardápio lá de casa, ainda vou economizar com o aproveitamento dos alimentos”, relatou a dona de casa Ana Cláudia Lima Rocha, 38 anos.

Comentários

Comentários