Governo certifica projetos esportivos aprovados pela Lei de Incentivo ao Esporte

Entrega do certificado a presidente do Instituto de Basquete Iziane Castro

O secretário de Esporte e Lazer do Governo do Maranhão, Rogério Cafeteira, entregou, na manhã desta sexta-feira (12), o certificado de Mérito Esportivo às instituições que tiveram seus projetos aprovados pela Lei de Incentivo ao Esporte, que tem como finalidade o fortalecimento do esporte no estado. A ação é desenvolvida em parceria com o Grupo Equatorial Cemar, uma das incentivadoras dos projetos.

À frente da Secretaria de Esporte e Lazer (Sedel), Rogério Cafeteira destacou a importância de subsidiar ações esportivas, contribuindo com o desenvolvimento dos cidadãos maranhenses e do esporte no estado.  “O fomento ao esporte diminui as desigualdades sociais. Sabemos dos efeitos benéficos que uma política pública para o esporte traz para uma nação. Realizamos esse investimento com convicção, por entender que o esporte é fundamental para que haja a qualidade de vida do cidadão, o bem viver, assim como também o incentivo à prática saudável, proporcionando mais expectativa de vida ao maranhense ”, comentou.

Ao fundamentar a ação, o secretário Rogério Cafeteira ressalta que o esporte é uma ferramenta de inclusão e resgate, diante disso, a certificação é importante para que os projetos incentivados possam receber os recursos da Lei de Incentivo ao Esporte. “A nossa intenção é realizar uma aproximação tanto com a empresa, quanto dos projetos, para que haja uma fiscalização efetiva, e, ao mesmo tempo, identificarmo quais trabalhos estão sendo executados. O Grupo Equatorial Cemar sempre foi um grande parceiro nesses projetos que são feitos através da Lei de Incentivo ao Esporte, além de ser muito criteriosa com a questão dos benefícios sociais”, destacou Rogério Cafeteira.

Certificado de Mérito Esportivo foi entregue às instituições que tiveram seus projetos aprovados

Segundo o presidente do Grupo Equatorial Cemar, Augustos Dantas, a empresa vem investindo desde 2012 na Lei de Incentivo, o que tem contribuído para levar o nome do Maranhão a todos os cantos do Brasil e do mundo. “A Lei de Incentivo mobiliza a iniciativa privada, o Governo do Maranhão e a sociedade. Esta iniciativa muda a vida de quem mais precisa, além de contribuir para o crescimento e desenvolvimento do Estado. A nossa intenção é valorizar e divulgar esses projetos, além de incentivar a participação da sociedade”, afirmou.

A presidente do Centro de Desporto do Maranhão de Cegos (Cedemac), Elcilene Frazão, responsável pelo projeto de formação de Futebol de 5, modalidade paralímpica que consiste na adaptação do futebol regular para atletas cegos.  “Estamos hoje, mais uma vez, muito gratos pelo apoio do Governo do Maranhão e do Grupo Equatorial, o que nos proporcionou muitos resultados e conquistas. Esse ano, no Futebol de 5, já garantimos o vice-campeonato brasileiro, o 3 º lugar da região Nordeste, já subimos para a série A do Campeonato Brasileiro. No Judô, disputamos a Copa Maranhense de Judô e ficamos em 3º lugar, no masculino e feminino, com os nossos atletas cegos disputando com atletas sem deficiência”, contou orgulhosa.

A gestora da Associação de Pais e Amigos Excepcionais de São Luís (Apae), Christiane Diniz, utilizou sua fala para expressar a bandeira da inclusão. “Tivemos momentos maravilhosos durante o  ‘Festival Nossa Arte’, onde todas as Apaes estiveram integradas. Vale ressaltar que é de extrema importância essa integração do todo, pois através desta vivência é que eles percebem que podem desenvolver diversas atividades e até mesmo conquistar um espaço no mercado de trabalho. Assim como todos, só temos a agradecer a este projeto do Governo do Maranhão em parceria com a Cemar”, pontuou.

Entrega do certificado a presidente do Instituto de Basquete Iziane Castro

Feliz com o alcance nacional do projeto ‘Inclusive, Praia’, a idealizadora, Alessandra Pajama conta do reconhecimento da Câmara Federal em relação a ideia pioneira no país. “Nós somos a primeira e única estação de lazer com múltiplos formatos acessíveis no Brasil, e, agora , em primeira mão, quero anunciar que nós fomos indicados ao prêmio da Câmara Federal como destaque em acessibilidade. Isso não quer dizer que já ganhamos, mas só pelo fato da indicação já nos enche de orgulho. Somos um coletivo que chegou para falar de acessibilidade, e, acima de tudo, dizer que o lazer é um direito de tudo e de todos. Estamos muito emocionados com esse aporte realizado pela Cemar e Governo do Maranhão”, resumiu.

O projeto “Inclusive, Praia” conta com uma estrutura com rampas de acesso, cadeiras anfíbios (para uso na água), jogos adaptados, piscinas, brinquedos e áreas de vivência e socialização à beira mar.

“O projeto nasceu devido às dificuldades que minha mãe tinha de ter acesso a alguns espaços por conta da baixa mobilidade. Ele foi acolhido por um grupo de pessoas que resolveram dar as mãos e formar o Coletivo Tiquira com Cuxá, para quebrar as barreiras do preconceito ainda presentes na sociedade, especialmente quando se trata de pessoas com deficiência, além de possibilitar o convívio com as diferenças, de forma harmoniosa, com lazer”.

Comentários

Comentários