“Precisaria de quatro carnavais pra gente falar mais”, diz escola de SP que vai homenagear o Maranhão

Ensaio técnico da Acadêmicos do Tatuapé. (Foto: Divulgação)

O portal de notícias G1 publicou reportagem, nesta quarta-feira (24), mostrando que a escola de samba paulistana Acadêmicos do Tatuapé vai homenagear o Maranhão neste ano. A agremiação foi a campeã do carnaval 2017.

O samba-enredo será “Maranhão, os Tambores vão Ecoar na Terra da Encantaria”. O coreógrafo da comissão de frente, Leonardo Helmer diz ao G1 que “precisaria de mais quatro carnavais pra gente falar mais do Maranhão”.

O desfile da escola terá a culinária, a natureza, a cultura e a música do Maranhão, muito marcada pela presença do reggae.

“Desde a chegada dos franceses, passando pelos holandeses, a chegada dos negros, e toda a cultura africana ligada aos tambores, todas as danças e as festas”, afirma Patrícia Lafalce, secretária da Acadêmicos do Tatuapé, também ao portal.

Veja aqui a reportagem do G1: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/carnaval/2018/noticia/academicos-do-tatuape-vai-cantar-a-magia-o-maranhao-do-reggae-aos-lencois.ghtml

Conheça abaixo o samba-enredo da Acadêmicos do Tatuapé deste ano:

“Maranhão, os Tambores vão Ecoar na Terra da Encantaria”

“No Mar! Foi no balanço do mar
Que o sonho aportou na ilha da magia
Lá em palmeira onde canta o sabiá
O sol namora a beleza do lugar
Cenário de poesia
Tantas batalhas nesse torrão
Herança de luta, cultura e amor
ôôôô, o negro tanto clamou
A liberdade aos pés do senhor
Ô luar, ô luar
Deixa a gira girar … crioula
Hoje tem canjerêm feitiçaria, ô
Jêje – nagô, kaô meu pai xangô
Ê, tem cantoria! Eita povo festeiro!
Teu folclore é traição
Ê, chora viola
Preta velha conta história, lendas desse chão
Ô, quebra o oco iá iá
Matracas vão embalar
Bumba-meu-boi, meu cazumbá
Ouvindo reggae do bom
É carnaval vem curtir esse som
É emoção, o meu pavilhão vai girar
Na terra da encantaria
Os tambores vão ecoar
Viva São José, venha me valer
Ilu Ayê ô ilu ayê
Tatuapé numa linda procissão
Canta tua história… oh! Maranhão”

Comentários

Comentários