Veja como combater o mosquito da dengue em 15 minutos

É preciso adotar cuidados no combate ao mosquito Aedes aegypti

O combate ao mosquito Aedes aegypti deve durar o ano todo. Contudo, no período chuvoso é preciso intensificar os cuidados, principalmente nos imóveis residenciais para evitar que os ovos do mosquito, que necessitam de água parada, proliferem. O alerta é a Secretaria de Estado da Saúde (SES) à população neste período de chuvas. O mosquito é o principal transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Medidas simples e frequentes evitam que o mosquito nasça. Por isso, a população precisa participar fazendo a sua parte, mantendo os imóveis livres de criadouros. De acordo com o Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa), cerca de 65% dos criadouros identificados são em casas residenciais.

“O ovo colocado em local seco, quando começa a chuva, eclode e as larvas se desenvolvem. Também por isso, as pessoas devem lavar as caixas e outros recipientes como bebedouros de animais com escovão, para eliminar os ovos”, orienta a coordenadora do Programa de Prevenção e Controle de Arboviroses, Joseneide Matos. Os ovos do mosquito podem sobreviver até 450 dias em locais secos, de acordo com o Ministério da Saúde.

Uma forma de manter a casa protegida é realizando uma vistoria semanal, com lavagem de caixas d’água, bebedouros, desentupimento de calhas, eliminação de recipientes acumuladores (garrafas, lonas, baldes etc.). “Temos registro de larvas até em cascas de ovos. Então, todo cuidado é necessário. Temos um problema grande com garrafas em quintais. O correto é protegê-las da chuva ou colocá-las emborcadas”, explica Joseneide Matos.

Aqueles que vão viajar neste período precisam deixar a casa preparada. Tanques e caixas d’água devem ficar vazias e lacradas, tampas de descargas rachadas devem ser vedadas, lonas colocadas de forma a não acumular água da chuva.

15 Minutos para proteger a sua casa

– Tampe tonéis, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água (a tampa não pode ter rachaduras);

– Coloque garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Elimine da área (terraço e quintal) recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas, sacolas plásticas etc.;

– Não deixe acumular água nos vasos de plantas;

– Escove bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, vasos de plantas, tonéis, caixas d’água) e mantenha-os sempre limpos.

Se for viajar

– Retire a água dos vasos de plantas e guarde a vasilha de água e de comida dos animais de estimação;

– Faça a vedação dos ralos dos banheiros e da tampa dos vasos sanitários;

– Verifique se as lonas de cobertura estão bem esticadas para não haver acúmulo de água.

Comentários

Comentários