Governo fortalece atendimento da atenção básica com implantação da planificação

  Secretário Carlos Lula destacou que a planificação organiza a atenção primária e otimiza serviços de saúde. (Foto: Divulgação)

Secretário Carlos Lula destacou que a planificação organiza a atenção primária e otimiza serviços de saúde. (Foto: Divulgação)

Gestores e técnicos das regiões de Balsas, Timon, Caxias e São Luís estiveram reunidos no auditório da Secretaria de Estado da Saúde (SES), na terça-feira (10), para participar do Workshop sobre Integração da Atenção Primária em Saúde e Atenção Ambulatorial Especializada. A ação faz parte do processo de Planificação da Atenção Primária, proposto pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e adotado pelo Governo do Maranhão.

“A Planificação é algo que deu certo. Com ela, a gente arruma a atenção primária, integra às outras redes de saúde e tem resultados. Isso aconteceu em Caxias, Timon e Balsas, onde já temos uma melhora visível dos indicadores. Nossa intenção agora é conseguir levar às 18 regiões de saúde a Planificação”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

A Planificação é uma estratégia cujo objetivo é transformar os processos de trabalho, dentro dos princípios e diretrizes do SUS. Além da capacitação dos profissionais das unidades estaduais e municipais de saúde, a planificação tem outras atividades práticas, que incluem a reorganização da escala de trabalho dos profissionais e do cronograma de atendimento, facilitando a marcação de consultas.

O consultor técnico do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Eugênio Vilaça Mendes, apresentou os avanços da Planificação da Atenção Primária durante o workshop. “Normalmente, é um grande problema as filas no Sistema Único de Saúde (SUS). Elas se concentram muito na atenção especializada. Mas a solução está em organizar a atenção primária, para que cheguem ao atendimento especializado as pessoas que mais precisam. Cerca de 80% das pessoas não deveriam ir ao especialista e isso que gera a fila”, explicou Eugênio Vilaça Mendes.

Para o secretário adjunto da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Marcelo Rosa, a Planificação já pode ser considerada uma das experiências mais exitosas do Governo Flávio Dino. “Ela traz uma organização que os sistemas de saúde já deveriam ter a algum tempo. A gente qualifica o trabalho e o gasto do recurso, e damos uma atenção melhor à população, que não vai mais entrar em fila para ser atendida, já vai com horário marcado e com tudo organizado. É o caminho certo para organizar o sistema”, ressaltou.

Dentre os resultados já sentidos, está a redução de 50% da demanda do Hospital Municipal Balsas Urgente e a territorialização da saúde e agendamento de atendimento em Caxias. “O balanço que o Conass tem feito sobre todo o esforço que se tem empreendido no Maranhão é muito positivo. Temos mostrado para o Brasil inteiro que aqui deu certo”, afirmou Jurandir Frutuoso, secretário executivo do Conass.

Comentários

Comentários