Número de presos em oficinas de trabalho cresce 255% em relação a 2014

  • O Governo Flávio Dino completa mil dias nessa terça-feira (26). A série Mil Dias de Mudança apresenta uma série de resultados obtidos neste período.

Mil dias de MudançaO número de presos condenados pela Justiça e que agora podem trabalhar aumentou 255% no Maranhão em comparação com o ano de 2014. Antes eram 600 apenados fazendo algum ofício e agora são 2.130 vagas ocupadas nos mais variados setores.

O crescimento acompanha a expansão do número de oficinas e capacitações profissionais, que passaram de três para 123.

Além de investir em ressocialização, o Governo do Maranhão vem construindo postos de trabalho dentro das Unidades Prisionais de Ressocialização, como as que funcionam em São Luís, no presídio feminino e masculino; além de Rosário, Timon, Pedreiras e Davinópolis.

Para participar das oficinas, os detentos têm que atender a diversos critérios, como a aptidão para o serviço, o interesse pelo trabalho e o bom comportamento do interno.

Saiba mais:

Comentários

Comentários