Iema ganha associação de ex-alunos do Instituto

Ex-alunos do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) poderão manter contato com os colegas, conversar entre si e contribuir para o reconhecimento do Instituto como uma escola de excelência. Para isso, basta fazer parte da associação de ex-alunos do Iema, criada mês passado por um grupo de ex-alunos do Instituto. A assembleia geral de constituição e fundação da associação aconteceu na sala de reunião da reitoria do Iema dia 28 de junho.

O reitor no Iema, Jhonatan Almada, participou das atividades iniciais da assembleia e conversou com os participantes. “O acompanhamento dos egressos é um desafio de todas as instituições de ensino no Brasil. Não faz parte da nossa tradição acompanhar os ex-alunos. Essa iniciativa do Iema é de vanguarda aqui no Maranhão. Com ela, o Iema contribui para o acompanhamento dos egressos e garante o um vínculo permanente entre eles e o Instituto para que, na medida em que forem bem-sucedidos em seus projetos de vida, possam contribuir com o fortalecimento da nossa instituição”, disse Almada.

Coordenador de assuntos estudantis, Joilson José Costa foi quem dirigiu os trabalhos da assembleia geral. “Minha função foi ajudá-los a compreender bem o papel de uma associação e o papel deles aí. Vamos continuar a auxiliar a associação no seu funcionamento tanto neste estágio inicial – agora vem o registro no cartório, inscrição no CNPJ -, quanto no processo formativo com esses ex-alunos – sugerir e estabelecer um processo de formação para que eles se empoderem cada vez mais das suas competências na associação. Nosso trabalho está apenas começando”, afirma Joilson Costa.

Onze ex-alunos participaram da assembleia geral de constituição e fundação da associação, dentre eles Andressa Moreira de Jesus, Andrew Reis dos Santos, Carlos Jonas Bezerra Alves, Emanuel Rodrigues, Erika Rios Almeida, Paulo Ricardo Araújo e Pedro Mateus Nascimento. A diretoria executiva foi composta da seguinte forma: Jhovanna Teixeira Reis (presidente), Arthur de Andrade Lima (vice-presidente), Keimonsen Wilson Pereira Rêgo (secretário), e Igor Bruno Costa (tesoureiro).

Jhovanna Teixeira (18 anos), que estudou na unidade plena do Iema de Bacabeira, onde fez o curso técnico em logística, foi eleita presidente da associação. Jhovanna Reis conta que ser a primeira presidente e dar o pontapé inicial com os colegas a deixou bem feliz. “Fico lisonjeada em ser a primeira presidente da associação porque diria que é a realização de um sonho, visto que tenho vontade de montar uma ONG (organização não-governamental). A associação é parte desse sonho, porque a gente vai atuar dentro das comunidades, na sociedade, para a transformação.”

A presidente pontua que o grupo chegou à conclusão de que a principal missão da associação é ser um agente/ator social efetivo para dar continuidade ao que os ex-alunos iniciaram no Iema: ser jovem protagonista autônomo, solidário e competente com a capacidade de transformar a realidade. “Queremos transformar a realidade não apenas dos integrantes da associação, mas da sociedade ao nosso redor. Por isso acho interessante que nossos outros colegas também participem da associação para que todos nós possamos transformar realidades.”

Membros da associação

Eleito secretário geral da associação de ex-alunos do Iema, Keimonsen Wilson Pereira Rêgo (18 anos), que fez o curso técnico em administração na UP Bacabeira, acredita que a associação vai gerar boas oportunidades para os ex-alunos, que por meio dela poderão ser orientados em questões como empreendedorismo e apoio a pesquisas. “Pretendo fazer um bom trabalho, que sirva para os outros e que possam se orgulhar do que estamos fazendo. O que aprendi no Iema vai me ajudar bastante, principalmente nessa questão da gerência”, diz Keimonsen.

Carlos Jonas Bezerra Alves, de 17 anos está no conselho fiscal da associação de ex-alunos. Ele conta que a eleição foi conjunta e que espera exercer o cargo de maneira correta, de acordo com o estatuto e cumprir o que for decidido a partir da diretoria executiva. “Espero que com a independência e harmonia de cada um possamos fiscalizar e concluir, de maneiro objetiva e séria, o mandato de cada um. Nossa associação, além de fortalecer os ex-alunos, tem o papel de ator social. Vamos trabalhar principalmente com ex-alunos, mas a agente vai buscar outras formas de fortalecer o Instituto, elaborar projetos que possam beneficiar o Iema, mas também outras escolas”, conclui.

Como esta é a primeira diretoria executiva da associação de ex-alunos do Iema, ela foi eleita para um período de um ano. Entre os próximos passos do grupo estão providenciar o registro em cartório, a inscrição no CNPJ e discutir um plano de trabalho, além de escolha de uma sigla e logotipo da entidade.

Comentários

Comentários