Coordenadora do Cidadão do Mundo ministra palestra para estudantes da UFMA

04463_coordenadora_do_cidadao_do_mundo_ministra_palestra_para_estudantes_da_ufma_3_1354469707528433576

Palestra foi ministrada na tarde desta quarta-feira (13). (Foto: Igor Santana)

A coordenadora do Cidadão do Mundo, programa desenvolvido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Fabiana Moura, participou na tarde desta quarta-feira (13) da IV Semana de Ciências Farmacêuticas da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Fabiana Moura foi convidada pelo Diretório Acadêmico de Farmácia – Oswaldo Cruz da UFMA para participar do evento e apresentar o programa Cidadão do Mundo para os estudantes calouros do curso de Farmácia.

“Nós do diretório entramos em contato com a secretaria com o objetivo de fazer com que os calouros do curso de farmácia conheçam o programa Cidadão do Mundo e se sintam estimulados em participar. Eu tive a experiência do intercâmbio pelo Ciência sem Fronteiras e hoje mais pessoas podem viver isso por meio do Cidadão do Mundo”, explicou Raissa Pereira Santos, estudante e membro do Diretório Acadêmico de Farmácia – Oswaldo Cruz.

Durante a palestra os jovens calouros puderam conhecer detalhadamente o programa que já enviou mais de 200 estudantes para fora do país para o estudo de idiomas. “Nós já estamos na 3ª edição do programa que vai enviar 80 estudantes para intercâmbio no ano de 2017. O embarque desses alunos vai acontecer no dia 30 de setembro”, enfatizou Fabiana Moura coordenadora do Cidadão do Mundo.

“Um dos diferenciais do programa é que ele é uma política pública direcionada para quem não teria condições de fazer um intercâmbio”, destacou Fabiana.

Vale lembrar que o critério de seleção do programa é a nota do Enem. Os interessados em participar devem se inscrever no site da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e cumprir os requisitos necessários como: ser estudante universitário, ter cursado o ensino médio em escola pública ou em instituições de ensino vinculadas a entidades paraestatais ou a fundações sem fins lucrativos entre outras condições.

Comentários

Comentários