Com investimento de mais de R$ 1 milhão, edital Geração Ciência recebe inscrições até 27 de abril

Os estudantes de escolas públicas de Ensino Médio no Maranhão podem fazer sua inscrição no edital Geração Ciência até o dia 27 de abril no site www.fapema.br/patronage. O edital é realizado pelo Governo do Estado, através da parceria entre as secretarias de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv), da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema).

O Geração Ciência está em sua terceira edição, com experiências que promoveram o engajamento científico e tecnológico dos jovens estudantes na busca de soluções sustentáveis para o desenvolvimento do Maranhão. Nas duas edições anteriores, de 2016 e 2017, foram contemplados 165 projetos de pesquisa, beneficiando mais de 600 alunos de escolas públicas.

O edital visa apoiar projetos de pesquisa científica e tecnológica para alunos do Ensino Médio, Técnico, EJA e Programa de Educação Indígena, bem como incentivar o envolvimento de professores da rede pública de ensino com o sistema de Ciência e Tecnologia, por meio de bolsas de incentivo à pesquisa e à iniciação científica. O valor total dos recursos financeiros disponibilizados é de R$ 1.235.000, por meio da linha de ação “Mais Ciência” e no âmbito do programa “Mais Inclusão”.

O valor máximo de cada projeto, que tem duração de um ano, é de R$ 16 mil, sendo R$ 4 mil do valor máximo da proposta para despesas de auxílio (custeio e capital) e o restante para o pagamento de bolsas (sendo 1 professor/proponente e no mínimo 2 e no máximo 4 estudantes). Cada estudante recebe uma bolsa mensal de R$ 150 e o professor, uma bolsa de R$ 400 por mês, durante os 12 meses de execução do projeto.

Para inscrever-se e submeter o projeto, o professor/proponente deve fazer seu cadastro no Sistema Patronage (www.fapema.br/patronage). As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de abril e a divulgação das propostas aprovadas será feita no dia 23 de junho.

Comentários

Comentários