Governo reforça compromisso com a ciência na entrega do Prêmio Fapema

   Rita Benneditto abrilhantou o evento do Governo do Estado. (Foto: Divulgação)

Rita Benneditto abrilhantou o evento do Governo do Estado. (Foto: Divulgação)

Uma noite dedicada a quem faz ciência no Maranhão. Assim foi a noite desta terça-feira (5), em que aconteceu a entrega do Prêmio Fapema Neiva Moreira 2017. Mais de 50 pesquisadores, entre sênior e júnior, receberam premiação em dinheiro, certificado e troféus pelo trabalho desenvolvido nas mais diversas áreas e que tem colocado o Maranhão em destaque no cenário nacional.

A cantora maranhense Rita Benneditto abrilhantou o evento do Governo do Estado, que também condecorou figuras importantes por suas atuações em lutas sociais e garantias de direito como Neiva Moreira, Jackson Lago (in memorian), Emanuel da Conceição, Ed Wilson Araújo, Lissandra Leite, Pedro Freire e Francisco Gonçalves.

A identidade visual do prêmio deste ano foi inspirada na obra e na frase “Nosso Norte é o Sul” do artista uruguaio JoaquínTorres Garcia, com utilização de ícones da cultura popular dos três países que acolheram Neiva Moreira: Brasil, Uruguai e México. O troféu da premiação teve como conceito a pena que registra os grandes feitos da ciência.

O governador Flávio Dino foi representado pelo secretário da Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles, que iniciou a cerimônia ao lado do diretor-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Alex Oliveira.

Também prestigiaram o evento o vice-prefeito de São Luís, Julio Pinheiro, o deputado estadual Bira do Pindaré, que representou a Assembleia Legislativa do Maranhão, reitores, pró-reitores, secretários, dirigentes de instituições, pesquisadores e familiares dos indicados ao prêmio.

    Homenageados do Premio Fapema. (Foto: Divulgação)

Homenageados do Premio Fapema. (Foto: Divulgação)

O momento foi também para comemorar os avanços na área da ciência, tecnologia e inovação, resultado de forte investimento do Governo do Estado na área. Em seu pronunciamento, Alex Oliveira destacou que é uma determinação do governador Flávio Dino continuar investindo em ciência, tecnologia e inovação.

“Investir no conhecimento é libertar o Maranhão não só da crise, mas de todo o atraso. Esse investimento é muito consistente. Apenas cinco estados brasileiros ampliaram nos últimos anos seus investimentos, o Maranhão é um deles”, disse Alex Oliveira.

“Com uma diferença, o Maranhão faz pelo menos quatro vezes mais a ampliação acima dos outros estados. Ampliamos de 2014 para 2015 um percentual de 55% dos investimentos, incluindo não só a Fapema. Isso é um salto extraordinário”, ressaltou.

O compromisso do Governo com a pesquisa foi enfatizado também pelo secretário Davi Telles: “É um momento importante para a ciência no Maranhão. Todos sabem que estamos em um cenário nacional que muito nos assusta. O nosso sistema de fomento à pesquisa em âmbito federal está com recursos escassos e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Maranhão faz um processo inverso, uma espécie de compensação para o que está acontecendo em âmbito federal”, observou.

O deputado Bira do Pindaré falou sobre investimentos do Governo na área, que têm sido importantes para fomentar a pesquisa no estado e possibilitar momentos como o do Prêmio Fapema, onde as pesquisas são mostradas a toda a sociedade.

“Aqui o nosso reconhecimento pelo esforço do Governo do Estado que mantém fortemente esses investimentos na ciência, tecnologia e inovação. É muito importante que esses investimentos não parem porque o Maranhão depende disso: da formação de pessoas, de novos conhecimentos que é isso que pode alavancar o nosso desenvolvimento de maneira sustentável”, disse o deputado.

Incentivo

  Cientistas premiados na noite do evento. (Foto: Divulgação)

Cientistas premiados na noite do evento. (Foto: Divulgação)

A premiação, para a qual o Governo do Estado disponibilizou recursos superiores a R$ 200 mil, é uma forma de reconhecer o trabalho dos pesquisadores. “É um grande orgulho e emoção receber esse prêmio que é um incentivo para jovens como eu trilharem esse caminho da pesquisa”, disse Luiz Felipe Diniz, um dos ganhadores do Prêmio Fapema na categoria Pesquisador Júnior.

Homenageado especial do Prêmio Fapema, Ed Wilson Ferreira Araújo falou como representante dos premiados da noite. Ao agradecer a homenagem, ele disse que o prêmio é coletivo. “Estou aqui na condição da pessoa que vai receber o prêmio, mas sou representante de uma coletividade, de homens e mulheres que se dedicaram a causa da radiodifusão no Maranhão”, disse Ed Wilson.

Emocionada, Maria Micaela Bissio Neiva Moreira, filha de Neiva Moreira, agradeceu a homenagem. “Quero agradecer imensamente a homenagem. Estou muita honrada de estar aqui nesta noite tão especial que consagra o conhecimento e a pesquisa científica do Maranhão. Papai era o cientista das humanidades e tudo que ele semeou veio da curiosidade, da busca do conhecimento”, disse.

Comentários

Comentários