Alunos do Iema participam da segunda edição do Torneio Juvenil de Robótica

O Maranhão vai sediar, pela segunda vez, o Torneio Juvenil de Robótica, (TJR), que acontece de 23 a 25 de novembro, no Golden Shopping, no bairro Calhau, em São Luís. O evento consolida uma excelente metodologia de ensino e cria vitrine para os grandes projetos de alunos e professores.

O evento marcará a final nacional de competições de protótipos e é organizado pela Pró-reitoria de Pesquisa, Inovação e Extensão do Iema (Propex), e vai contar com a participação de 150 equipes – com representantes de todos os estados e pelo menos 17 representantes do Maranhão. Entre as modalidades estão as disputas de cabo de guerra, viagem ao centro da terra, sumô, regate no plano, regate de alto risco, dança e registro multimidiatico.

Os vencedores seguirão para um concurso internacional que vai acontecer em 2018.Durante a competição, cada equipe precisa apresentar um projeto de pesquisa com uma solução inovadora para o tema, além de planejar, projetar e construir robôs com peças variadas. Esse mesmo protótipo terá de cumprir missões na mesa da competição. E, finalmente, cada grupo de estudantes precisa mostrar que sabe trabalhar em equipe. É assim que os times são avaliados.

A programação de abertura, dia 23, contará com a participação do Robozão da Gazin – um gigante de 2,6m de altura, conduzido por controle remoto utilizando técnicas animatrônicas, as mesmas utilizadas em efeitos especiais nos grandes sucessos do cinema.A última vez que evento aconteceu no Maranhão foi realizado na unidade plena de Pindaré-Mirim graças ao apoio e empenho que o Governo do Estado vem direcionando a esta área.

De acordo com o reitor do Iema, Jhonatan Almada, o evento sintetiza a importância da robótica educacional para os jovens. “O estudo da robótica contribui para o aprendizado de física, matemática e outras áreas do conhecimento por meio da ludicidade da experimentação prática que ela propicia. Os alunos são desafiados a construir seu próprio robô e a programá-lo e, a partir disso, eles também mobilizam o conhecimento de outras áreas para aprendizagem. A robótica faz parte do currículo do Iema e é um dos diferenciais importantes que nós oferecemos aos nossos estudantes para que tenham uma formação de qualidade”, afirmou o reitor.

O pró-reitor de Pesquisa, Extensão e Inovação do Iema, Dario Soares, reiterou a relevância do evento. “É um prazer estarmos organizando este evento de tão grande importância, sobretudo na área educacional. É o nosso segundo torneio nacional e mais uma vez o Iema se destaca com envolvimento na área da robótica.”

Comentários

Comentários