Adolescentes da Funac participam de Workshop sobre mercado de trabalho, em Imperatriz

Adolescentes participantes do Workshop. (Foto: Divulgação)

Adolescentes do Centro de Juventude Semear, unidade de internação provisória da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), em Imperatriz, estão tendo a oportunidade de se preparar melhor para o mercado de trabalho. A ação teve ainda ao apoio do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

Recentemente, eles participaram do Workshop de Profissionalização, com a temática Mercado de Trabalho e Relacionamento Humano. O objetivo da ação foi apresentar as diferentes formas e possibilidades de ingressar no mercado de trabalho, além de prepará-los para encarar uma entrevista de emprego e mostrar suas potencialidades.

O workshop foi realizado por meio de encontros semanais com atividades como apresentação teatral pelos adolescentes com atividades oral, escrita e artísticas expositiva. Dinâmicas como caça-palavras, roda de conversa, gincana motivacional e mais documentários, também, fizeram parte do workshop.

Para os adolescentes a atividade foi produtiva. Um dos participantes disse que aprendeu a apresentar numa entrevista. “Eu gostei de tudo que aprendi no workshop; conheci os estudos do programa menor aprendiz, aprendi bastante na gincana e agora sei como me comportar numa entrevista de emprego. Isso me focou deu foco, para quando eu sair da unidade focar para procurar um emprego e fazer outros cursos”, afirmou.

Outro adolescente participante, também está com boas expectativas após o workshop. “Foi muito importante para a minha formação, aprendi as diferenças das profissões, eu participei da gincana, e aprendi a fazer o que é certo, espero que eu possa utilizar isso, futuramente, em uma entrevista de emprego”, disse confiante.

O Workshop foi coordenado pela pedagoga do Semear, Shueley Veloso, com o apoio das equipes técnica, de segurança e mais a gestão da Unidade. De acordo com a técnica, a motivação foi mostrar às atividades profissionais disponíveis na idade dos adolescentes.

“Pela falta de conhecimento, os adolescentes reagiam de forma negativa sobre opções de trabalho que não lhes despertava muito o interesse. Com o workshop, apresentamos as potencialidades que as profissões têm e que podem ser desenvolvidas na idade deles, e com o conhecimento adequado através dos estudos”, explicou Shueley Veloso.

Na avaliação da equipe da Funac, o Workshop atingiu o resultado esperado. “A atividade teve um resultado muito bom, pois despertou o interesse nos adolescentes em aprender mais e esperamos que eles utilizem o conhecimento apreendido da melhor forma ao encerrarem a medida”, destacou o diretor da unidade Bruce Robson Santos.

A coordenadora regional dos programas socioeducativos, Eunice Fernandes ressaltou que essas atividades são essenciais para o bom desenvolvimento dos adolescentes no processo socioeducativo e, para os adolescentes, uma oportunidade de terem novas chances na sociedade.

Comentários

Comentários