Empresas do programa Maranhão Mais Produtivo participarão do Agrobalsas 2019

Empreendedores maranhenses estarão presentes, de 20 a 24 deste mês, do Espaço de Negócios, promovido pela Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), por meio do programa Maranhão Mais Produtivo, que tem como foco estratégico a valorização das vocações regionais, incentivo à cultura empreendedora, adensamento das cadeias produtivas, estímulo à inovação, qualidade e produtividade.

Durante os cinco dias de evento, empresas maranhenses e players relacionados aos segmentos trabalhados no Maranhão Mais Produtivo terão a oportunidade de expor e comercializar os seus produtos no Espaço de Negócios, que visa destacar o potencial comprador do mercado maranhense, a diversidade e a qualidade da produção local, além de fomentar novos negócios.

O evento será promovido, pela primeira vez, na Agrobalsas, a maior feira de agronegócio do Estado, na fazenda Sol Nascente, no município de Balsas, no sul do Maranhão. Organizada pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor de Exportação Norte (Fapcen), a 17ª Agrobalsas terá como tema a Valorização Territorial Matopi.

O secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, explica o espaço ajudar a aquecer o setor produtivo maranhense. “O programa Maranhão Mais Produtivo impulsiona a nossa economia, auxilia nossas empresas a alcançarem novos mercados. É mais uma ação baseada na determinação do governador Flávio Dino de ressaltar o potencial e a valorização do empreendedor maranhense. Com isso, estamos simultaneamente diminuindo os impactos da crise no estado”, destacou.

Simplício Araújo acredita que é diante da crise, com o setor empresarial buscando retomar o fôlego em um momento econômico sensível, que a gestão tem que se mobilizar ainda mais e encontrar formas de estimular a classe.

“A todo instante, a Seinc tem buscado dar ênfase ao potencial e capacidade da produção maranhense, garantindo o seu reconhecimento e, ao mesmo tempo, gerando emprego e renda a partir dessa cadeia de desenvolvimento. Aproximar os micro e pequenos empresários de grandes empreendimentos em uma feira que movimenta milhões de reais é um desafio que gera, sem dúvidas, resultados muito positivos para o setor empreendedor do Maranhão”, afirmou o secretário.

Comentários

Comentários