Governo investe mais de R$ 2 bilhões e transforma a capital São Luís

Mais de R$ 160 milhões foram investidos em novas estradas e vias. (Foto: Divulgação)

O Governo do Maranhão vem transformando gradativamente a capital São Luís. Na primeira gestão de Flávio Dino, a capital contabiliza o investimento de mais de R$ 2 bilhões, as obras nas áreas da saúde, educação, segurança, mobilidade urbana, lazer, cultura, turismo e esporte trazem melhorias significativas aos milhões de moradores da ‘Ilha do Amor’. As intervenções realizadas também aquecem o comércio, elevam a qualidade de vida e incentivam a geração de emprego e renda na região.

“São Luís, hoje, pode dizer que saiu do mapa das cidades mais violentas do mundo, pode dizer ainda que possui uma rede de saúde melhor estruturada, com o primeiro hospital de traumatologia, com o espaço Ninar para crianças com problemas de neurodesenvolvimento, com o hospital do câncer; pode dizer também que conta com rodovias seguras, iluminadas e requalificadas. Estamos despoluindo a Lagoa, fizemos uma obra magnífica por lá, com parquinho e a requalificação da concha acústica. Em 4 anos, o governo Flávio Dino fez muito por São Luís e nesses próximos 4 anos fará ainda mais”, detalhou o secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto.

Mobilidade urbana garantida

Para garantir mobilidade urbana na capital, o Governo investe mais de R$ 160 milhões em requalificação de rodovias, ruas e avenidas, além da construção de pontes. Na região da Forquilha, por exemplo, o governo realizou uma mudança estruturante ao transformar a rotatória em cruzamento binário. A nova readequação veio acompanhado ainda de requalificação asfáltica, drenagem de ruas, iluminação e reforço na sinalização horizontal e vertical.

Para melhorar ainda mais o trânsito nesta região, o governo está construindo um corredor de ligação que vai desafogar o transido das cidades de São Luís, São José de Ribamar e Paço do Lumiar.

Outra ação importante do Mais Asfalto foi a pavimentação de ruas no bairro Cidade Olímpica, a segunda maior ocupação urbana da América Latina, com mais de 104 mil habitantes. Antes, os moradores conviviam com lama e poeira e hoje a situação é outra. A avenida dos Agricultores, principal via do bairro, também foi requalificada.

Esse investimento tem mudado a rotina da dona de casa, Isabela de Jesus. “Aqui o asfalto muda tudo, quando o serviço for entregue vai valorizar muito a casa da gente. Aqui tinha buraco demais quando chovia ficava difícil sair de casa”, contou Isabela.

Saúde em evolução

Na saúde, a rede física teve um investimento de mais de R$ 69 milhões para construção, reforma, ampliação e melhoramento das unidades de saúde. Um exemplo que tomou proporção nacional foi a transformação da Casa de Veraneio do Governo do Estado no Ninar, um centro de apoio a crianças com problemas de neurodesenvolvimento. Até agora, só na Casa de Apoio Ninar, foram mais de 53 mil atendimentos oferecidos a cerca de 250 famílias vindas de 103 municípios.

Outro destaque vai para o Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão, o HTO. O HTO é o primeiro do estado de alta complexidade exclusivo na área e tem garantido atendimento ágil e resolutivo à população, diminuindo uma fila que, até outubro de 2017, chegava a dois anos de espera.

Para o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, essas obras fazem parte de uma ampla ação do Governo com o propósito adequado, otimizando o bem público em benefício da sociedade. “Estas obras são formas de ampliar a assistência oferecida, porém, assegurando locais adequados e adaptados para permanecerem durante o período do atendimento. A cada ação, fortalecemos a rede estadual de atendimento, nas diversas especialidades e serviços, para cada vez mais assegurarmos atendimento digno, oportuno, humanizado e com qualidade no nosso estado”, frisou o secretário Carlos Lula.

Educação nota 10

Em educação os investimentos foram de R$ 62 milhões. (Foto:Divulgação)

Na educação, o salto é positivo. Com investimentos na ordem de R$ 62 milhões, o governo construiu, reformou e/ou ampliou dezenas de prédios só em São Luís. São escolas de Ensino Médio, IEMA’s, Centro de Educação Integral – Educa Mais – além de quadras poliesportivas. No Vinhais, por exemplo, a reforma do Centro de Ensino de Educação Especial Padre João Mohana, ampliou o atendimento de alunos com deficiência intelectual e transtorno do espectro autista.

O prédio, antes da reforma, sofria alagamentos no período chuvoso. A primeira etapa dos serviços incluiu a drenagem interna com a troca de tubulações e drenagem externa com a implantação de galerias de concreto. As obras incluíram ainda novas instalações elétricas, troca de piso, reforma no telhado e forro, instalação de sistema de combate a incêndio, nova cisterna e janelas. Rampas foram construídas em todas as áreas do prédio para facilitar a mobilidade dos alunos. Novas portas e janelas foram instaladas.

“Quase todas as salas alagavam. Tinha dia que não podíamos atender porque chovia e molhava tudo. A maioria das salas não tinha ventilador ou ar-condicionado. No verão, era difícil por causa do calor e no inverno por causa dos alagamentos. Como são alunos especiais, eles se agitam com qualquer coisa. A caixa d’água, por exemplo, estava quase despencando. O mato alto e a falta de segurança também eram do nosso cotidiano”, comenta a gestora geral do centro, Luciana de Carvalho.

Mais Lazer, Esporte e Turismo

Para garantir mais lazer e esporte aos ludoviscenses, o Governo investe mais de R$ 18 milhões na construção de novas quadras, praças e ginásios e aprimoramento dos espaços já existentes. O Parque Ambiental da Reserva do Itapiracó é o maior espaço público de convivência do Maranhão que passou por reforma completa, ganhando mais de 15 praças, campos de futebol, futebol de praia e futevôlei, parquinhos infantis, circuito de skate, trilhas ecológicas, pista de cooper e áreas de estacionamento.

Outro exemplo é a Praça da Lagoa, que recebeu requalificação completa, o que incluiu a reforma da praça, da concha acústica e um brinquedo no formato de foguete. A novidade atrai diariamente turistas e famílias que buscam espaços para atividades lúdicas.

Ainda se tratando de pontos turísticos, o Governo reformou as praças em torno da Reffsa, onde foi nomeado de Joaozinho Trinta e hoje faz parte do circuito oficial de carnaval. O Forte Santo Antônio, no Espigão Costeiro, na Ponta da Areia, também foi revitalizado e hoje faz parte da rota turística da cidade.

Segurança de qualidade

Como parte dos avanços na segurança de são Luís, o governo investiu mais de R$ 23 milhões para construção, reforma e adequação de Batalhões de Polícia Militar; em obras de melhorias em prédios de Segurança Pública; Construção, reforma e adequação das unidades da FUNAC para garantir os direitos humanos dos adolescentes e sua reinserção comunitária e familiar, além de construção, reforma e adequação de Unidades de Segurança Comunitária.

O governo entregou recentemente a reforma da do Centro Socioeducativo de Internação do São Cristóvão, unidade de medida socioeducativa da Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), no bairro São Cristóvão. No local onde foi erguida a nova unidade da Funac já existia um prédio que precisou ser demolido para passar por adaptações e melhoramentos no quesito segurança, atendendo, assim, as normas do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). Outras oito unidades já foram requalificadas em São Luís, São José de Ribamar e Timon e estão em andamento as obras das unidades de Imperatriz e Paço do Lumiar.

“A nova estrutura traz humanidade aos adolescentes e, ao mesmo tempo, mais segurança para os servidores que atuam nesse atendimento. Estamos em um espaço excelente, humanizado e seguro, que tem tudo para atender bem a comunidade socioeducativa e, principalmente, ao adolescente”, disse Alberto Frazão, diretor do Centro Socioeducativo do São Cristóvão.

Comentários

Comentários