Governo do Maranhão realiza entrega de títulos de domínio a produtores rurais

Produtores da Cadeia do Arroz recebem títulos de domínio. (Foto: Divulgação)

Foi realizada, na última quarta-feira (5), no município de São Mateus, a entrega de títulos de domínio para produtores rurais assistidos pelo Programa Mais Produção da Cadeia Produtiva do Arroz. O ato foi uma ação conjunta da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) com o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) e Prefeitura de São Mateus. O evento contou com a presença do vice-governador Carlos Brandão.

“Agora eu posso dizer que tenho uma terra para plantar e para colher. São anos de luta e hoje estamos realizando um sonho, que é o recebimento desse título de domínio”, desabafa uma das beneficiadas, Maria do Rosário da Silva.

A ação faz parte de um projeto piloto envolvendo 60 produtores rurais do município de São Mateus, que fazem parte do Projeto Salangô, assistidos pela Cadeia Produtiva do Arroz. Essa ação tem como um dos objetivos principais o acesso ao crédito institucional (BNB, BB, BASA, etc).

O vice-governador Carlos Brandão ressaltou a importância de ações que fortalecem as atividades no campo, como é o caso da entrega dos títulos de domínio para trabalhadores rurais.

Já o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Edjahilson Souza, destacou os investimentos que a gestão estadual vem realizando ao longo desses quatro anos para o fomento do setor agrícola. Entre os investimentos estão os mais de R$ 3 milhões para o Projeto Salangô, além de equipe técnica administrativa e de Ater para o fortalecimento da Cadeia Produtiva do Arroz.

“Todos esses investimentos são para que o produtor possa melhorar de vida. A entrega desses títulos de domínio de 8 hectares de terra para cada produtor assistido pela Cadeia Produtiva do Arroz mostra o potencial do produtor rural e a certeza que estamos no caminho certo”, disse Edjahilson Souza.

Cadeia Produtiva do Arroz

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) em parceria com o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma) adotaram como estratégia de apoio aos produtores assistidos pela Cadeia Produtiva do Arroz, a instalação de uma Câmara Setorial, composta por várias instituições, incluindo a Sagrima, Embrapa Cocais, Superintendecia Federal de Agricultura, Conab, Sebrae, Faema/Senar, Codevasf, SindArroz, Famem, Uema, SAF/ Agerp, Seinc, BNB, Aged, cada instituição atuando nos seus respectivos elos.

A Cadeia Produtiva do Arroz faz parte do Programa Mais Produção, uma das ações do Governo do Maranhão para o fortalecimento da produção agrícola no estado.

Comentários

Comentários