Frequentadores dos Restaurantes Populares participam de curso de bolos e bombons

Usuários de Restaurante Popular e Cozinha Comunitária foram beneficiados. (Foto: Divulgação)

Capacitar a comunidade e inseri-la no mercado de trabalho, garantindo dignidade às famílias de baixa renda. É com esse objetivo que o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), está ofertando cursos de produção de bolos e bombons regionais para os frequentadores das unidades públicas de alimentação de São Luís. Esta semana, no período de 8 a 11 de outubro, foram beneficiados os usuários do Restaurante Popular do Anjo da Guarda e da Cozinha Comunitária, localizada no bairro do Bequimão.

Durante as aulas, os alunos estão aprendendo como são preparados bombons recheados com polpas de frutas como, por exemplo, bacuri e cupuaçu, além de bolos de vários sabores, tais como de macaxeira, de goma, de arroz, laranja e bolo de milho.

De acordo com o titular da Sedes, Francisco de Oliveira Júnior, os cursos ofertados dentro dos equipamentos públicos de alimentação garantem a estrutura multifuncional dos restaurantes populares e das cozinhas comunitárias. “Os espaços também devem promover outras atividades de convívio e desenvolvimento social, visando a geração de emprego e renda dentro da perspectiva do Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional, além do fornecimento de refeições de qualidade”, explicou.

Para a dona de casa Rosália Andrade, de 59 anos, participar do curso está sendo uma experiência motivadora. Ela e a filha, de 42 anos, estão desempregadas e buscam meios para sustentar a casa. “Pretendo sim utilizar todo conhecimento adquirido no curso e investir na venda de bolos e bombons, enquanto não consigo um outro ofício. Vou aproveitar essa oportunidade que estão me dando e trabalhar para melhorar a cada dia”, contou a moradora do Anjo da Guarda.

Iracema Lopes vê nas oficinas uma terapia. (Foto: Divulgação)

Quem também participou do curso foi Iracema Lopes, de 49 anos. Segundo ela, participar das oficinas ofertadas no Restaurante Popular alivia o estresse do dia a dia. “Já é a segunda vez que me inscrevo de um curso. O primeiro foi sobre aproveitamento integral dos alimentos, onde aprendi como utilizar cascas, talos, folhas e sementes de verduras, frutas e legumes para preparar sucos, sopas, cremes. Na minha casa não há mais desperdício dessas partes dos alimentos que antes iam para o lixo”, conta.

“Agora estou na Oficina de bombons e bolos, pois me identifico muito com a preparação desses itens. Todas as festas de aniversário da família sou eu quem faço os bolos e doces. Com o curso vou aprender ainda mais e melhorar a qualidade do que eu já sei fazer”, disse Iracema.

De acordo com a programação elaborada pela Secretaria Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional da Sedes, os cursos se estenderão para os outros equipamentos. De 22 a 26 de outubro, serão contemplados os frequentadores do Restaurante Popular do bairro Liberdade e de 5 a 9 de novembro, os usuários do bairro São Francisco.

Comentários

Comentários