Ações Integradas fortalecem politicas e garantem direitos no Maranhão

“Ganhar uma casa foi uma das maiores bênçãos que já tive. Antes, morava em palafita. Meus filhos só viviam doentes, não tinham água potável, nem banheiros. Hoje, tenho um lar para morar com minha família, tenho banheiro e saneamento básico. Agradeço ao nosso governador por trabalhar para melhorar a vida de quem mais precisa”, o depoimento, emocionado, é de Adriana Pereira, uma das contempladas com apartamento do Projeto Pac Rio Anil.

O projeto Pac Rio Anil é uma iniciativa dos governos Estadual e Federal para substituir palafitas por casas de alvenaria de famílias residentes nos bairros  Camboa, Liberdade, Fé em Deus, Monte Castelo e Alemanha, localizados à margem esquerda do Rio Anil, em São Luís.

Além de ganhar uma moradia digna, Adriana Pereira, também, integra o Programa Mais Renda, do Governo do Estado. A ação, promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), tem o objetivo de elevar a renda da população em situação de pobreza, além de dinamizar as atividades econômicas do Estado.

Adriana Pereira, que atualmente vende juçara, água e dindim gourmet, também destacou o que mudou depois de ser beneficiada pelo programa. “O Mais Renda mudou a sua vida. Eu e meu marido estávamos desempregados. Depois do programa, eu comecei a vender juçara no carrinho e, agora, a gente consegue pagar todas as contas, tem dias que consigo vender até R$ 200. Minha expectativa é que melhore muito mais. A iniciativa é muito boa. Nos dá estabilidade financeira e o apoio que precisamos para ter o nosso próprio negócio”, disse.

A Sedes faz parcerias com outras secretarias para que o programa esteja presente nos eventos promovidos pelo estado. Em junho deste ano, um dos maiores foi a entrega do Cheque Minha Casa a 1300 famílias, no ginásio do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). Foi montada uma pracinha de alimentação, com quatro carrinhos de lanches, onde foram oferecidos lanches, como cachorro quente e juçara e anda especiarias juninas.

De acordo com o secretário de Estado de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Rubens Pereira Junior, as ações articuladas e integradas são formas estratégicas de estruturar e gerenciar as metas definidas pelo governador Flávio Dino. “No Programa Cheque Minha Casa, por exemplo, além dos documentos do convocado, solicitamos histórico escolar das crianças e o cartão de vacina. Estamos, também, trabalhando integrado com o Projeto Travessia, possibilitando assim, o deslocamento das pessoas com deficiência pelo programa”, declarou.

Como forma de combater a pobreza e a exclusão social e garantir a efetivação dos direitos, o Governo do Estado implementa políticas públicas que visam erradicar as desigualdades e promover melhores condições de vida aos maranhenses.

Sendo assim, por meio da Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), o Governo do Estado promove diversos programas e ações que objetivam a inclusão social. Um exemplo é o Cheque Minha Casa que tem a finalidade reduzir o déficit habitacional qualitativo e quantitativo; o Programa de Regularização Fundiária, com gratuidade nas taxas cartoriais; e o Minha Casa Meu Maranhão, que está substituindo casas de palha por casas de alvenaria em 27 municípios maranhenses.

Comentários

Comentários