Cresol completa um ano de atuação fortalecendo a Economia Solidária

O primeiro Centro de Referência Estadual em Economia Solidária (Cresol), do Maranhão, comemorou um ano de existência e atuação junto a pequenos produtores do estado na última quarta-feira (3). A celebração teve início com a programação tradicional da Quarta Cultural, que incluiu música ao vivo, sessão de poesias, cordel, dentre outras atividades autorais de artistas maranhenses.

Iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Trabalho e Economia Solidária (Setres), o Cresol tem o objetivo de fortalecer os processos de identificação, capacitação e comercialização dos produtos de empreendimentos econômicos solidários do estado.

O secretário do Trabalho e Economia Solidária, Jowberth Alves, ressaltou a importância do Cresol enquanto política de incentivo ao setor, que visa oferecer oportunidade de desenvolvimento e geração de renda para os empreendimentos econômicos solidários e sociedade civil organizada.

“O Cresol é um importante espaço de articulação para as ações estruturantes da Economia Solidária no Maranhão. Pessoas de várias regiões do estado já tiveram a oportunidade de expor seus produtos aqui no Cresol”, pontuou o secretário Jowberth Alves.

Cresol

Vinculado à Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidaria (Setres), o Centro Estadual de Referência em Economia Solidária do Maranhão (Cresol) foi criado em junho de 2018 e está localizado na Rua de Nazaré, 173, no Centro Histórico de São Luís. A iniciativa destaca-se por ter seu processo de gestão compartilhada, onde todas as ações desenvolvidas contam com a participação direta do Governo do Estado e dos grupos de pequenos produtores atendidos pela instituição.

O espaço fomenta o processo de cooperativismo e associativismo para o fortalecimento das cadeias produtivas no estado, além de possibilitar a comercialização, formação, capacitação, incubação, comunicação, trocas e finanças solidárias, contribuindo com a sustentabilidade econômica, social e política dos empreendimentos solidários; assim como oportunidades de articulação com entidades que atuam com o seguimento.

Referência internacional

A experiência do Cresol foi destaque durante a Conferência Intercontinental da ONU, que aconteceu em junho deste ano, em Genebra, na Suíça. A iniciativa foi pautada como uma referência para outros países para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030, proposta pela ONU, para ser trabalhada no período de 15 anos com vista a uma sociedade mais justa e digna para todos os povos.

Economia Solidária

Os empreendimentos de Economia Solidária atendidos pelo Cresol são organizações associativas, de cunho autogestionário, sem a relação patrão e empregado, com o foco na relação de trabalho e renda. Além disso, os empreendimentos visam o desenvolvimento local, com uso sustentável, que vai desde a matéria-prima à gestão de resíduos.

Comentários

Comentários