Governo leva serviços de saúde em Ação Cívico Social no bairro da Liberdade

Secretaria de Estado da Saúde leva serviços de saúde ao bairro da Liberdade, em Ação Cívico Social (Foto: Márcio Sampaio)

A comunidade da Liberdade e de bairros adjacentes teve acesso, no sábado (13), a diversos serviços de saúde, como consultas com clínico geral, pediatras e atendimentos em enfermagem, durante Ação Cívico Social, realizada no sábado (13), no C.E. Estado do Pará. A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Mais Saúde, participou da ação realizada pelo Batalhão Tiradentes, da Polícia Militar do Maranhão.

Presente à mobilização cívico social, o vice-governador Carlos Brandão afirmou que momento serviu para mostrar que o Governo está próximo aos moradores. “Trata-se de uma iniciativa que deu muito certo. Ofertamos serviços essenciais na área da saúde pública, aqui os moradores puderam fazer desde exame de sangue a atendimento oftalmológico. Ao final também fizemos a distribuição de cestas básicas para as pessoas mais carentes”, declarou.

Foram mais de 100 profissionais envolvidos, entre atendimento direto, apoio de consultório, volantes e coordenação. De acordo com Joedilma Santos, coordenadora do Departamento de Qualidade de Projetos da Secretaria Adjunta de Atenção à Saúde (SAAS), a estimativa é de que tenham sido realizados aproximadamente 7 mil atendimentos.

“O Mais Saúde entrou com várias especialidades médicas e de serviço social, que englobam, por exemplo, orientação como tirar o cartão SUS. Além disso, também foram ofertados serviços de educação em saúde, testes rápidos (Sífilis, HIV/Aids, Hepatite B e C) com suporte de aconselhamento, nutrição, imunização, exame de pele para detecção de hanseníase, clínica médica, além de triagem de glicemia e hipertensão”, listou Joedilma Santos.

Entre as beneficiadas estava Whislany Roberta Moreira, de 20 anos, que aproveitou a ação e trouxe a pequena Maria Isabela, de um 1 e seis meses, para se consultar com um dos médicos pediatras. “Eu fiquei sabendo da ação depois de ter ouvido um carro de som que passava pelo bairro. Achei interessante e resolvi trazer a minha filha para ver se está tudo bem e tomar as vacinas que forem preciso”, contou.

Whislany Roberta Moreira levou a filha Maria Isabela para consultar (Foto: Márcio Sampaio)

No setor de testes rápidos, Elenice Ribeiro, de 43 anos, disse que o serviço de saúde ofertado estava de parabéns. “Eu não sou moradora do bairro, vim do Monte Castelo para cá. Quando cheguei aqui, fui muito bem atendida. As enfermeiras todas bastante comunicativas e educadas ao responderem às minhas perguntas. Fiz agora os testes rápidos e está tudo bem comigo”, elogiou.

Estavam disponíveis na ação cerca de 2 mil testes rápidos e 30 mil preservativos, entre os masculinos e femininos, e géis lubrificantes.

Ação Cívico Social

Realizada pelo Batalhão Tiradentes, da Polícia Militar do Maranhão, a Ação Cívico Social tinha como objetivo enfatizar o compromisso com a segurança e a promoção de eventos em benefício da comunidade. Para o coronel da PMMA, Jorge Luongo, o Pacto Pela Paz foi o ponto de partida para a efetivação do evento.

“Nosso intuito é aproximar os moradores dos policiais e da Secretaria de Segurança Pública, ofertando serviços públicos essenciais de forma a garantir o bem-estar. Ter a Secretaria de Estado da Saúde como parceira nesta iniciativa é algo fantástico. A ordem pública é feita por vários atores, e entre eles está a saúde”, disse o coronel Luongo.

Comentários

Comentários