Governo faz programação em comemoração ao Dia de Luta Antimanicomial

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial, que acontece dia 18 maio, será lembrado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) com uma programação direcionada aos profissionais de saúde e da sociedade civil. O objetivo é conscientizar sobre a superação do modelo clássico de assistência centrado em internações em hospitais psiquiátricos.

“Ainda prevalece a ideia da internação como única forma de tratamento. A proposta das ações é mostrar que a forma mais efetiva é o cuidado comunitário das pessoas com doença mental, a internação é uma etapa que o usuário pode precisar ou não”, explica Janete Valois, do Departamento de Atenção à Saúde Mental da SES.

Na quarta-feira (15), uma webconferência vai abordar o tema “18 de Maio – Dia de Luta Antimanicomial: A Terapia Ocupacional na Trajetória da Saúde Mental”. A palestra acontece no Hospital Universitário – HUfma, na Sala Azul Telessaúde (4º Andar), a partir das 14h15, com foco principal nos profissionais de saúde.

Uma caminhada, no dia 21, também fará alusão ao Dia Luta Antimanicomial. Reunindo profissionais, familiares e usuários dos serviços de saúde mental, a marcha terá a concentração, às 7h30, na Praça João Lisboa e finalizará na Praça da Alegria. O debate se ampliará no auditório da Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão, no dia 22, com uma roda de conversa, às 8h.

As ações têm a parceria com a Câmara Técnica de Terapia Ocupacional em Saúde Mental do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Maranhão (Crefito16), Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e Conselho Regional de Psicologia (CRP).

Os usuários do Centro de Assistência Psicossocial (CAPs) III Dr. Bacelar Viana produzirão quadros e artigos de artesanato para a exposição VivArt, em alusão às obras do pintor Vincent Van Gogh. O trabalho é pautado nas ressignificação da vida através da arte. O vernissage acontece este mês, também marcando a conscientização e a luta antimanicomial.

Hospital Nina Rodrigues

O Hospital Nina Rodrigues, também, realizará ações para conscientizar sobre a política de assistência aos usuários de serviços mentais por meio da liberdade e da inclusão social. A primeira acontece na quinta-feira (16).

A “Roda de conversa sobre Saúde Mental”, será realizada no auditório do ambulatório do Nina Rodrigues, às 14h. Na sequência, na sexta-feira (17), acontece a I Mostra de Recursos Psicoeducativos, no auditório do Coreme, a partir das 14h.

Nos dias 30 e 31, a unidade realiza, respectivamente, uma celebração dos aniversariantes do mês das pessoas privadas de liberdade e a roda de conversa “A Luta Antimanicomial: do cuidado a liberdade”, ambos às 14h. No primeiro caso, a proposta visa promover a inclusão social dos usuários, com a participação de familiares e comunidade.

Comentários

Comentários